Filmes

Há alguns dias vi o filme Stay e acho que demorei algum tempo a digerir tudo devidamente mas posso agora dizer que gostei bastante.

É um daqueles filmes que se gosta ou detesta dependendo do estado de espírito. Como não sabia nada sobre o filme (a melhor forma de ver filmes) nem tinha expectativas, surpreendeu-me. É estranho e por vezes parece não fazer sentido e passamos o filme todo à espera de ver como é que acaba mas o final não é tão importante como o desenvolvimento do filme.
Percebe-se logo que vai ser um filme escuro e moody e gostei dos personagens, principalmente do principal, Henry Letham, interpretando por Ryan Gosling.
Também vi o Revolver há algum tempo e esse é mais dificil de definir se gostei ou não. Acho que é demasiado self-indulgent e apesar de ter algumas cenas muito boas, no geral é demasiado disperso. Só que ao contrário do Stay, tinha bastantes expectativas para este filme e pode ter prejudicado um bocado a visão do mesmo. Tudo porque o Lock Stock é um dos meus filmes preferidos de sempre e acho que um tipo que fez um filme assim podia fazer melhor.

Pelo menos o Shyamalan tem sido consistente e o Signs e o The Village foram dos filmes que me deram mais gozo ver nos últimos anos. Espero ansiosamente pelo Lady in the Water que nunca mais sai.

3 Comment

  1. 🙂 o Signs é muito “bom”! os outros não conheço…secalhar devia…ou não? Inteligência Artificial, já viste? excelente, ou não fosse do Spielberg! pode não ser a melhor história do mundo mas tem muito a ver comigo…choro sempre…mas…shhhh esta parte não é pra dizer a ninguém :P!
    beijinhos

  2. Detestei o IA. O Jude Law tinha piada mas o resto do filme é uma lamechice pegada. Não tenho paciencia para melodramas moralistas, sorry.

  3. não tens que pedir desculpa! sao gostos! 🙂 e quanto aos piratas das caraíbas…:P está muito giro e não digo mais nada!

Deixar uma resposta