Semana cansativa

Ando muito cansada. Tenho acordado todas as noites entre as quatro e seis da manhã e é sempre preciso ir mudar a caixa do gato porque ele enrola aquilo tudo quando fica sujo. Por um lado é bom sinal. Quer dizer que já se está a sentir melhor e mais preocupado com a higiene. Aliás, sei que isso é verdade porque ele já se lava depois de comer.

Basicamente é um bom treino para o bebé, isto de acordar a meio da noite para ir mudar a fralda.
A infecção urinária já passou e hoje de manhã dei-lhe o último comprimido do antibiótico, por isso acabou-se a tortura. Nos ultimos dias ele já começou a reagir e a cuspir o comprimido umas duas ou três vezes antes de o conseguir fazer engolir aquilo. O que também é bom sinal.

Começa a custar-me um bocado ter de o manter fechado na caixa, mas ele até não se parece importar muito ou fazer qualquer tentativa de tentar sair dali. Já se vira de barriga para cima para lhe fazer festas e continua a ronronar constantemente pelo que espero que se sinta razoavelmente confortável. Tem comido bem e vai bebendo água e não encontrei até agora mais nenhum sintoma preocupante por isso acho que agora é só aguentar até ele estar melhor.

O complicado vai ser a integração com o resto da população gatal. Até agora todos os gatos que entraram cá em casa eram pequenos e isso facilitou a integração. Com um gato adulto não consigo sequer prever como vai ser, mas já deu para perceber que ele se sente um bocado nervoso quando ouve os outros. Mas pronto. Ainda falta algum tempo até chegar a esse ponto por isso não vale a pena preocupar-me já.

Na segunda feira resolvi trazê-lo para o escritório para estar ao pé dele, já que tinha de passar o dia ao computador. Ele não gostou muito da mudança, provavelmente porque sentia o cheiro dos outros gatos, mas a única reação que tem é começar a miar.

Ontem de manhã tive de dar as minhas voltas mensais ao banco, correio, finanças, etc por isso já o deixei no quarto e de tarde fui eu para lá fazer cartões de natal.

Encontrei a Natália que me disse que está a fazer obras em casa com os tipos que eu tinha esperança que viessem cá fazer um orçamento para mudarmos finalmente a porta do segundo quarto, mas parece que ainda vão para casa do Paco a seguir, por isso não tenho sorte nenhuma. Vou ter de arranjar outra alternativa se quero isto feito antes de Março.

Ao final do dia liguei a televisão e o gato ficou muito curioso e um bocado assustado com o barulho. Especialmente quando começou um programa da BBC sobre pais que não conseguem controlar as crianças e ele se assustou com o miúdo aos gritos. Desliguei rapidamente a televisão, como é obvio. Não vale a pena causar-lhe stress desnecessário neste momento. É o problema de ser um gato de rua. Não está habituado a nada destas coisas.

No fim de semana fiz uma lista de tarefas bastante longa e tenho vindo a riscar items desde segunda feira. Mas entre a quantidade de coisas que tenho para fazer e esta coisa de andar a acordar várias vezes durante a noite, estou completamente de rastos. Só me levanto da cama de manhã por que sei que tem mesmo de ser, mas acho que nunca me custou tanto. E o coitado do Pedro que tem de ir trabalhar cedo todos os dias acaba por acordar ao mesmo tempo que eu. Já lhe disse para ignorar as minhas actividades nocturnas a menos que o chame para ajudar, mas acho que ele não consegue. E enquanto eu limpo a caixa e o gato e ponho toalhas para lavar às cinco da manhã, ele também está acordado.

1 Comment

  1. Estou a torcer para que esse gato preto te traga muita, muita sorte.
    🙂

Deixar uma resposta