dispensava dias destes

O dia não me está a correr particularmente bem. Estou com problemas de ligação – o ADSL está a dar os mesmos problemas de timeout que a cabovisão mas a ligação não cai, o que não faz sentido nenhum. Tentei então ir tirar fotos de uns aneis novos mas a máquina fotográfica ficou sem bateria. E para terminar parece que o House está com fungos no pelo das orelhas. É possível que fosse isso que estava a causar a outite e ao fazer o tratamento o próprio medicamento pode ter espalhado os fungos para a zona externa do ouvido. Lá vamos nós ter de voltar aos tratamentos com Lamisil e Sporanox em cigarrinhos de manteiga. Não tinha saudades nenhumas disso, na verdade. E obrigar este gato a engolir seja o que for é uma dor de cabeça. O que vale é que funciona misturar os medicamentos com a comida. Pode ser que este também passe assim.

8 Comment

  1. é pá!!! granda ideia! cigarrinhos de manteiga!
    Que espectáculo, nunca me tinham dito essa! Quando as minhas “gatídeas” estiverem com necessidade de engolir comprimidos, não me posso esquecer!

  2. A manteiga é porque o sporanox é um pozinho em capsulas e como tal dificil de dividir em 5 doses. Assim coloca-se o pó numa prata, deita-se a manteiga, embrulha-se e mete-se no frigorífico. Depois é só cortar em cinco e dar um por dia. Felizmente o House comeu aquilo junto com a comida – até lambeu o prato no fim. Só espero que funcione.

  3. O nosso Mix para tomar comprimidos é uma “tourada” eu costumo enganá-lo com Hagen (pomada contra bolas de pêlos), mas fico sempre na dúvida se em dias seguidos não fará mal. Obrigada pela dica, dee!

  4. obrigado pela explicação!! Essa dicas com os gatos são muitíssimo úteis, uma vez que eles aprendem rápido a contornar todo o tipo de armadilhas se que tentem quando toca a tomar comprimidos.

  5. gostava muito de ter um gatinho “quando for grande”, mas estas tuas histórias das doenças deles…

  6. O nosso problema não é ter um gatinho. É ter 6. E quando um fica doente geralmente ficam todos e isso sim, é muito complicado.
    Além disso, são todos gatos de rua que vieram sabe-se lá de onde e como tal têm algumas doenças típicas. Mas também têm tendência para ser resistentes.
    Mas os animais são como as pessoas. Mesmo vacinados também adoecem como nós e precisam da mesma atenção. E como não se queixam é preciso estar com atenção para apanhar os problemas no inicio.
    Por isso acho sinceramente que uma pessoa que considere que é uma chatice ter que fazer tratamentos aos animais que se fique antes por um boneco de peluche porque é com casos desses que há tantos animais abandonados.

  7. pá aquele meu comentário super curto não quis dizer nada disso… simplesmente que por motivos de saúde neste momento não podemos ter gatos (ou animais com pelos e penas que basicamente exclui tudo menos peixes), e disse que quando viver sozinha, ou acompanhada com alguem que não sofra do mesmo, gostava de ter um gato porque gosto muito de gatos… e digo só um porque acho que precisam de alguma atenção, coisa que sendo um já será difícil passando o dia fora de casa, quanto mais se forem mais… depois o facto de ficarem doentes o que me incomoda nem é tanto o ter de tratar, é mais o facto deles não se queixarem e ser sempre mais complicado do que uma pessoa que se queixa e sabe que os remédios são para tratar e não para lhe fazer mal… e já agora nunca abandonei animais :S

  8. Eu estava a falar de uma forma geral, porque obviamente não te conheço e não faço suposições sem factos, muito menos a partir de um comentário tão curto. Simplesmente é verdade que há pessoas que não têm paciência e ainda vêem os animais como descartáveis e isso faz-me muita impressão. Os comentários por vezes levam-me a pensar em algo que não estava necessariamente implicito mas é assim que funciona a associação de ideias.
    Mas ao contrário dos cães, os gatos até se aguentam bem sozinhos em casa durante o dia, uma vez que geralmente dormem de dia e acordam à noite. Eu estou em casa e há dias em que mal vejo os gatos que estão num cantinho a apanhar sol e não querem saber de mim para nada 🙂
    Mas é verdade que os gatos são bichos sociais e dois gatos em vez de um tem a vantagem de fazerem companhia um ao outro. Os nossos tem tendencia para se juntar aos pares, especialmente no inverno, para se manterem quentinhos.

Deixar uma resposta