maldades gatais

As nossas duas gatas mais novas, a Niki e a Buffy, tiveram recentemente o seu primeiro cio. E apesar de achar que ainda são pequeninas, resolvi marcar a esterilização. É uma operação chata nas gatas mas é aconselhado como protecção contra tumores do útero, especialmente em gatas que já se sabe que não vão ter gatinhos. Os nossos bichos estão todos operados e nunca me custou tanto como hoje. Mas achei que não valia  apena adiar porque daqui a uns tempos, se tudo correr bem, estarei demasiado ocupada com outras coisas e prefiro tratar disto agora.

Levantei-me cedo, lutei com a Nikita para a conseguir enfiar na caixa e o Pedro ajudou-me a levá-las até à porta do vet antes de ir trabalhar. Depois passei a manhã a roer as unhas até me ligarem por volta da uma a dizer que já estava, só faltava a Buffy acordar completamente.

Parece que não foi fácil porque elas estavam muito nervosas e a anestesia demorou a fazer efeito, mas lá deu. Agora devem ser umas semanas de medicação e tenho de lhes fazer um casaquinho, como fiz para as outras gatas, de forma a evitar que elas arranquem os pontos. Estou só à espera das cinco para as ir buscar.

Entretanto parece que parou finalmente de chover, o que é optimo porque tenho que ir novamente aos correios antes do vet e não me apetece ficar constipada mais uma vez. Tem estado um certo frio, mas aguenta-se bastante bem. Muito melhor que o calor, pelo menos. O meu único problema é que as calças passam a vida a cair porque não se conseguem aguentar a meio da barriga gigante e passo o tempo a espirrar por causa disso.

O House está cada vez com menos pelo na cabeça. Começo a desconfiar da medicação. Acho que não está a fazer grande coisa. Começa a apetecer-me rapar o gato para ser mais fácil de tratar mas acho que era demasiado cruel 🙂
Tenho de continuar à espera e ver o que isto dá.

2 Comment

  1. Engraçado como a vida tem destas coisas…Um acaso levou-me um dia – em que fazia zapping de blogs- ao teu blog. Nessa altura ainda estarias na América, acho eu… Saquei as tuas musicas e ouvi durante semanas a fio. E hoje, sem querer, encontro a letra da Papper Bag…Uma emoção…Ainda não estou em mim.
    Beijo. Vou aparecer (muitas) mais vezes.

    Marta

  2. Olá Marta.
    Sempre vivi em Portugal. A confusão deve vir do facto de escrever em inglês ocasionalmente, mas isso deve-se a mera preferência pessoal e ao facto de falar um bocadinho em ambas as linguas com a familia. É um hábito, nada mais.

    Ainda bem que gostaste das músicas. Já tenho uma série delas novas mas nunca mais ficam ‘audíveis’. É que uma coisa é escrever e gravar músicas, outra é conseguir fazer uma mistura que trannsforme aquilo numa coisa mais ‘a sério’.
    Se clicares no titulo do paperbag dá para fazer download dessa demo. E o mesmo para a música ‘Too Late’ que está no dia 26 de Julho.
    Tenho de ver se ponho mais umas mesmo inacabadas.

Deixe uma resposta