Demasiadas horas acordada…

Quando achava que o Tiago estava finalmente a começar a dormir de noite e a espaçar mais as refeições noturnas voltou tudo ao mesmo. Foram duas noites de descanso relativo, em que ele fez um intervalo de cinco horas das quais eu consegui dormir 3 e meia e de repente voltou a ter fome de duas em duas horas e a chorar de hora a hora. Para piorar as coisas, se vou tentar acalmá-lo ele sente o cheiro e quer mamar outra vez e não se acalma. Quando pára de chorar fica a olhar fixamente para mim e não adormece. Isto durante horas. Depois no dia seguinte está cansado e dorme praticamente o dia todo, tirando os intervalos de choro usuais devido às cólicas. Já vamos quase em dois meses e parece que dormir continua a ser um sonho longinquo.

A outra chatice foi o banco. Andei quase duas semanas a visitar o banco regularmente para tratar de dois assuntos que deveriam ser simples – abrir uma conta e pedir revisão do spread do nosso crédito habitação. Só que cada vez que achava que estava tudo recebia um email da nossa gestora de conta a dizer que faltava mais um papel ou mais uma assinatura e lá tinha eu que voltar no dia seguinte, primeiro para ir buscar o papel e novamente no dia a seguir para devolver o papel assinado pelo Pedro. Como normalmente só tenho as manhãs para dormir um bocadinho e tentar recuperar da noite, esta semana foi ainda pior que as anteriores.

Ontem foi particularmente mau. Tinha mais tarefas, como pagar o IVA e a garagem, mas resolvi começar pelo banco. Depois de esperar 20 minutos resolvi perguntar se ainda demorava. A gestora de conta disse que ainda ia demorar e se eu podia antes voltar ao meio dia, ou seja, quase uma hora mais tarde. Fui fazer as outras coisas e depois passei por casa onde tinha deixado o Tiago com a minha mãe. Como sabia que ele ia ter fome ao meio dia aproveitei para o alimentar antes de voltar a sair. Cheguei ao banco pouco depois da hora combinada e fiquei chocada ao descobrir que ela não estava lá. Comecei a espumar ligeiramente e disse a mim própria que só esperava até ao meio dia e meia, até porque a minha mãe tinha de ir trabalhar à uma e não podia ficar lá em casa eternamente. Finalmente ela chegou e era apenas questão de assinar um papel e pronto. Espero que agora seja de vez. Não admira que às vezes demore tanto tempo a ganhar coragem para tratar destas porcarias. Já sei que nunca fica feito à primeira.

Entretanto o Tiago está a desenvolver uma hernia umbilical que, apesar de não ser aparentemente grave, parece que lhe causa alguma dor quando ele está mais gasoso. A minha mãe sugeriu por adesivo para ver se aquilo não estica mais, mas depois de ler umas coisas sobre o assunto e o risco de cortar a circulação a parte do intestino se por acaso ficar apertado por causa do adesivo, resolvi deixar estar e vou-lhe apenas carregando na barriga e metendo o umbigo para dentro quando ele chora para tentar aliviar a dor.

No dia 1 o Tiago começou finalmente a usar a roupa de 3 meses e vestiu o seu primeiro par de jeans. De repente parece muito mais crescido 🙂

Deixe uma resposta