Aqueles pormenores que ninguém parece achar importantes

Já faço bijutaria há algum tempo e no entanto ainda sinto que estou muito no principio. Há sempre materiais e técnicas que ainda não experimentei e que permitem fazer coisas diferentes. Acho que é isso que me faz continuar e gostar tanto de fazer este tipo de coisas – para além de poder fazer colares e brincos giros e exactamente como gosto em vez de andar à procura nas lojas de coisas que são só mais ou menos o que eu queria.

A questão é que eu gosto principalmente de coisas simples e até algo minimalistas o que por vezes acaba por limitar um bocado o tipo de peças que faço.

Para contrariar um bocado essa tendência natural e inspirar-me a fazer coisas diferentes, comprei recentemente um livro de bijutaria e tenho andado a ler tutorials e outros artigos informativos sobre bijutaria com o objectivo de encontrar mais técnicas e ideias que nunca tenha experimentado ou que não me tenham ocorrido. Apesar de tecnicamente o livro não me ter ensinado nada de novo, as fotos acabaram por me dar ideias de coisas a experimentar ou mostrar uma ou outra pedra diferente que gostaria de procurar. Aliás, mesmo antes de fazer bijutaria sempre tive uma grande atração por livros de joalharia por causa das fotos que costumam ser deslumbrantes.

No entanto, em todas as coisas que li, mesmo textos para principiantes, notei algumas falhas de informação que me pareceram estranhas. Como por exemplo: a importancia dos ‘spacers’. Sejam peças metálicas ou sejam nós entre as pedras, ter um elemento a separar as pedras é por vezes importante, porque destaca as pedras dando-lhes mais cor e brilho e também impedindo que a sua cor seja alterada visualmente pela pedra que tem ao lado, no caso de colares multicoloridos. Não é que seja uma coisa a usar sempre, ou que hajam regras para o uso de spacers, mas não deixa de ser um elemento importante e é acima de tudo importante saber porque é que se usam e em que circunstancias são eficazes. E o que reparei é que há imensos projectos que usam spacers mas não encontrei muitos textos que explicassem porque é que são tão usados ou tão importantes. Ou seja até parece que são usados apenas como mais uma pedrinha e não por um motivo prático concreto. Suponho que as pessoas que escrevem os tutorials já tenham estas coisas tão entranhadas que não lhes passa pela cabeça que possa ser importante explicar. É um bocado como aprender que é preciso descascar uma banana antes de a comer. Depois da primeira vez nunca mais se pensa no assunto e a primeira vez já foi há tanto tempo que nem nos lembramos de como era antes.

1 Comment

  1. @offtopic:
    Acabei de descobrir que, o que eu julgava ser uma protecção simples deste blog afinal é bug do IE6: Não dá para selecionar e/ou copiar texto dos posts.
    Descobri por causa da mudança do “macaco” que me forçou a testar o IE7 e o Firefox, e neste não há problema com o text highlight aqui… oh well
    @ontopic, sort of:
    comprei há tempos um jean pierre, directo da stuffedsquares, e é uma moca! 😀
    Curioso foi verificar que, de cabeça para baixo, e de costas, parece outro boneco 🙂

Deixar uma resposta