Estes gajos são todos iguais

Como já tinha dito antes, no último ano passámos por uma série de problemas com a casa que necessitaram de visitas de vários ‘técnicos’, e principalmente muitos canalizadores.

A conclusão a que cheguei hoje é que os tipos são todos iguais. Acham que sabem muito e que fazem tudo e depois só se sabem queixar, dizer mal do que os outros fizeram antes e acabar por fazer asneira nalguma coisa. O primeiro gajo deixou-me a saída de água do lava-loiça igual ao que estava mas cobrou por isso e não parou de se queixar para montar a torneira da banheira que entretanto caiu. Outro veio arranjar o cano do esgoto da cozinha e soldou aquilo tão bem que rompeu outra vez passado uma semana. O seguinte arranjou finalmente o esgoto mas deixou-me amianto amarrado ao cano e completamente exposto, com a parede aberta.

Agora vinha um montar a torneira de volta na parede e acaba a escavacar-me a casa toda. Mas estou a ser má. Eu dei-lhe autorização para mudar a banheira e fui tão parvinha que nem cheguei a perguntar quanto custava.

Mas o que me irritou hoje nem foi isso. Foi o facto de me ter desmontado a saida de fumos do fogão e esquentador sem pedir autorização e se ter ido embora às 4 da tarde deixando aquilo às três pancadas sem estar selado convenientemente. Ou seja, hoje de manhã tinha uma saída de fumos impecável e agora está um nojo. E ainda por cima o plano dele para fechar o buraco na parede da cozinha era por uma tabuinha, tipo aquelas coisas que se usa para fazer costas de estantes.

E quando lhe chamei a atenção para isso e disse que queria aquilo como estava antes e para deixar estar o buraco, ficou todo escamado. E como lhe perguntei quanto custavam as obras e quanto tempo ia demorar, entre outros pormenores sobre os quais ainda não tinha tido oportunidade de falar porque ele ontem esteve enfiado na casa de banho a partir parede até se ir embora, parece que ficou ainda mais na defensiva. A verdade é que o gajo explicou nada e eu tenho de perguntar porque preciso de fazer planos, como arranjar sítio onde ir tomar banho nos próximos dias. Também tinha dito que a sanita ficava montada e afinal não está, entre outras coisas.

No meio disto tudo fiquei irritada e depois dele se ir embora resolvi ligar para a empresa a dizer que a saída do esquentador não estava bem porque tinha um buraco por onde saiam os fumos e não queria estar a usar o fogão ou esquentador com isto assim. Ligaram para ele e depois de volta para mim a dizer que ele tinha ficado muito surpreendido mas que ainda ia tentar passar cá hoje se pudesse. É claro que não vai cá por os pés mas não gosto de ficar irritada sem ir chatear mais alguém pelo caminho. Assim pelo menos abri precedente com a empresa que o mandou cá e se as coisas correrem mal eles têm obrigação de mandar cá outro tipo qualquer acabar a obra.

É claro que chatear o gajo a meio da obra não é boa ideia porque ele ainda inventa qualquer outra coisa para me cobrar ou acaba isto à balda. Mas enfim. Também não era minha intensão chateá-lo só que estou a pagar e o gajo tem de fazer as coisas como quero, não é andar a inventar aquilo que lhe dá jeito sem dizer nada nem andar a estragar coisas que já estavam feitas.

Acho sempre que parte do problema é ser mulher e estes tipos acharem que não têm nada de dar explicações a gajas, o que me irrita ainda mais. Mas baixar as orelhas e não dizer nada quando o tipo está obviamente a fazer coisas que não quero é um erro que já comeyti no passado e não tenciono repetir. Como até nem sou daquelas pessoas com um medo de morte de conflitos não me preocupa muito. O meu maior problema às vezes é ter medo de não saber onde parar, dar apeas argumentos lógicos em vez de partir logo para o insulto, manter a cabeça fria quando o outro se começa a exaltar. Mas o Pedro é um mestre nesta arte e tenho aprendido umas coisas com ele. Vamos ver como corre o resto da semana.

É claro que se pudesse ter estas conversas sem o Tiago a gritar em background era muito mais fácil manter a cabecinha no sítio.

2 Comment

  1. Olá!
    Foi por acaso q vim aqui parar … acredito q não há coincidências!!!
    Pq? Pq neste preciso momento estou a remodelar a minha casa, e, apesar de todo o incómodo q isso implica, estou mto contente e sei que, no final, o resultado será o esperado.
    Obras é uma palavra q assusta mta pessoas precisamente pelo q se está a passar contigo. No meu caso, encontrei uma pessoa na qual eu confio 200%.
    Sei q o orçamento e tempo previsto das obras serão cumpridos, para além de q o trabalho será bem feito.
    E como sei isso? Pq conheço o trabalho dessa pessoa através de outros projectos q ele já realizou.
    Se por acaso quiseres o contacto, envia-me um mail.
    Boa sorte!!
    Feliz Natal e um 2008 mto próspero

  2. é preciso paciencia… concordo contigo.
    Deixa-me dizer.t que adoro as fotos do filhote em baixo.

    bjnho

Deixar uma resposta