A guerra dos botões

Não, não tem qualquer relação com o filme francês do mesmo nome (que por sinal a minha mãe me levou a ver quando era miúda e que detestei de tal forma que até hoje acho que deve ser a origem da minha raiva ao cinema europeu). É apenas o que se passa cá em casa desde que o Tiago aprendeu a carregar em botões, especialmente botões com luzes que incluem o da televisão, do amplificador, dos leitores de DVD entre outros. Vai lá de dedinho espetado e come a ligar, desligar, ligar, desligar…

De tal forma que decidimos ir comprar um movel novo para a TV com portas de vidro atrás das quais possamos esconder as aparelhagens. Isto, claro, até o Tiago aprender a manipular as portas deslizantes.

Entretanto passo o tempo a criar barreiras em frente às coisas mas nada funciona. Ele sabe o que quer, onde está e como lá chegar e o resto não interessa. Já percebe que não deve fazer e quando digo para não mexer começa a fazer beicinho mas passados dez minutos já está a tentar outra vez. Por isso mesmo ultimamente a brincadeira tem sido limitada ao quarto dele, onde tem uma estante cheia de coisas em que pode efectivamente mexer. Ele desarruma tudo, eu volto a arrumar e começa tudo de novo, vezes sem conta, todos os dias.

Pelo menos na sala podia ter ocasionalmente a TV ligada. Assim passo horas no chão do quarto do Tiago entre brincar para ele e limitar-me a observá-lo quando ele está a brincar sozinho, sem grandes hipoteses de fazer seja o que for. Tenho colocado um dos colares celtas no bolso e vou dando uns nozitos enquanto ele não está a olhar, mas assim que se vira tenho de meter aquilo no bolso outra vez antes que seja tarde e ele agarre naquilo e tente meter na boca.

Ainda por cima ando cheia de vontade de fazer coisas e não consigo mesmo. É um bocado frustrrante. Mas pronto. Pelo menos o que estou a fazer é importante.

Ontem filmei o Tiago de pé sem estar apoiado em nada. Já se aguenta uns segundos e por vezes até já se baixa sem apoio, em vez de cair. Não me parece que esteja com muita pressa para andar porque gatinha muito mais depressa mas está a ganhar equilibrio e confiança que é o que precisa de fazer por agora.

1 Comment

  1. Eles e os comandos…
    uM BJNHO.

Deixe uma resposta