Birthday week

O Tiago faz um ano na próxima terça feira. Quando penso que já passou um ano ainda não acredito.

Como é uma data importante resolvi que um só dia não era suficiente para comemorar a ocasião. Os aniversários acabam sempre por ser uma grande confusão, com montes de gente, e quando se dá por isso já acabou. E como a expectativa é por vezes melhor do que a coisa em si, resolvi instituir a semana de aniversário em que cada dia tem um special treat.

É claro que isto também me facilita a vida porque assim o Tiago tem algo novo com que se entreter todos os dias e as horas correm mais suavemente.

Fomos ao IKEA no sábado, onde largámos uma grande fatia do orçamento do mês mas não resistimos a comprar uma série de coisas para o Tiago. Eles têm de facto montes de coisas fantásticas para miúdos.

Na terça feira montei-lhe a arca de tesouro para guardar brinquedos. Cabem todos os peluches e aquilo enfia-se debaixo do fraldário e não ocupa espaço. O Tiago divertiu-se a brincar com a tampa e ontem já tinha arranjado maneira de entrar para dentro daquilo. I’ve got pictures.

Na quarta foi a vez de montar o roupeiro. Não sei bem como mas montei aquilo sozinha, durante a sesta do Tiago. Quando fui colocá-lo no sítio é que me apercebi que não ficava bem onde eu tinha pensado e acabou por ficar num canto onde dava mais jeito ter montado a porta para o outro lado. Felizmente não é complicado por isso já tratei de mudar a direcção da porta esta manhã. Não se pode dizer que o roupeiro seja propriamente para o Tiago, mas optámos por um roupeiro giro em vez de um maior e mais prático mas com um aspecto muito mais seca para quarto de criança. Ele divertiu-se imenso a brincar com a gaveta, pelo menos até entalar os dedos e eu ter de meter uma tranca naquilo. Oh well. O raio do miudo nunca mais aprende que não pode meter os dedinhos e depois empurrar a gaveta com a outra mão. Pensei que depois do treino com a tampa do leitor de CD já tivesse percebido isso.

Ontem montei a tenda/igloo. Foi um sucesso. O Tiago fartou-se de entrar e sair da tenda e levar para lá o urso que é um dos brinquedos favoritos do momento porque é quase do tamanho dele.

No meio disto tudo ainda tive tempo para escrever a minha primeira história infantil. Já tinha começado uma mas é comprida e chguei a um ponto em que preciso de decidir para onde vai aquilo agora. Mas a de ontem tem o tamanho certo para contar antes da sesta e acho que daria um livro ilustrado giro.

No fundo não me sinto à vontade a contar já histórias tradicionais ao Tiago porque são demasiado violentas. Acho que são importantes mais tarde mas numa idade em que ele ainda não fala e não consegue experssar dúvidas ou fazer perguntas, não me interessa introduzir já a ideia de mães e pais que morrem ou abandonam os filhos na floresta.

Prefiro criar eu historias mais inocentes por agora e depois se vê se ele é muio sensível ou não.

2 Comment

  1. “Birthday week”, isso é uma ideia fantástica para o Tiago, e os adultos também têm direito? Outra festividade que ouvi falar é o “Half Birthday” o que cria mais uma ocasião para se festejar a meio do nosso ano de vida, o que me parece bem 🙂

  2. O problema para os adultos é que era preciso que as pessoas que oferecem as prendas e vão à festa estivessem dispostos a isso. Com as crianças são os pais que decidem oferecer esse festejo alargado portanto é fácil.
    Mas para os casais, por exemplo, não deve ser complicado. É só uma questão de chegar a acordo que no aniversário de cada um se começa a festejar uns dias antes.

Deixe uma resposta