Terceiro dia na escola parte dois

Quando fui buscar o Tiago, já bastante mais calma, dei com ele perfeitamente normal, tal como ontem. Estava a directora da escola, que gosta de ir dar uma ajuda na sala dos bebés, a limpar-lhe a boca depois de ele ter acabado de comer.

Quando me viu o Tiago começou logo a apontar para a porta mas ainda foi mudar a fralda, etc. e entretanto eu estive a falar com a directora que me deu mais pormenores sobre como foi a manhã dele do que a educadora ou as auxiliares deram até aqui. Eu sei que elas estão sempre ocupadas e que a função delas é tratar dos miúdos e não das mães mas penso que parte da ansiedade que tenho sentido se deve a não saber o que ele faz lá ou como se comporta. E como não quero ser chata também não faço muitas perguntas.

Hoje fiquei a saber que ele andou a brincar com uma bola, que já se aproxima mais dos outros miúdos e vi-o brincar às escondidas com a educadora com um ar bastante feliz. Fiquei a sentir-me completamente parva por ter tido uma reacção tão exagerada de manhã mas sei que foi uma reacção atrasada. Ou seja, só hoje é que me senti assim porque foi o primeiro dia em que vim para casa sozinha visto que na segunda o Pedro foi comigo e ontem estava em casa quando cheguei, por isso acabei por falar sobre a minha ansiedade e não deixei que se descontrolasse.

Hoje, na escola, como estava com uma pessoa mais comunicativa, aproveitei para fazer perguntas sobre a sesta. Fui ver os meninos que se preparavam para dormir e a directora explicou que começam no berçário e depois, por fases, vão-se habituando a dormir nas caminhas no chão até passarem finalmente para a outra sala. Continuo a não saber se conseguem fazer com que ele fique deitado, mas pelo menos acho que ele se está a integrar bastante bem.

No fundo quem não se está a adaptar sou só eu e não tenho desculpa. Vamos ver se amanhã ganho finalmente coragem para o deixar lá. Como é dia de limpar a casa e ele dorme sempre menos por causa do barulho do aspirador pelo menos tenho desculpa. Assim se não dormir também não seria muito melhor em casa.

Um problema menor neste momento é que ele não larga o ursinho, nem para comer, e o boneco fica todo sujo diariamente. Tenho que o convencer a largá-lo quando chega a casa para o poder lavar e secar mas ele já não aceita outro em substituição. Estou a pensar ir comprar outro igual mas parece-me que ele não se vai deixar enganar.

Deixe uma resposta