Coisas que não compreendo – parte 1

Agradecia que alguém me explicasse como é possível que tenha pegado uma moda tão estúpida como andar com as calças abaixo do rabo.

Compreendo que alguém se tenha lembrado de tal coisa porque vai sempre haver um imbecil qualquer que acha super cool andar com um cabide pendurado na orelha em vez de um brinco ou usar as cuecas como chapéu, mas daí até convencer uma geração de adolescentes a fazer o mesmo vai um grande salto.

As calças descaídas a mostrar o topo das cuecas já vem dos anos 80 com o Mark Whalberg, na altura conhecido como Marky Mark, a fazer publicidade à sua roupa interior Calvin Klein. Mas por qualquer razão que não consigo compreender, ao longo dos quase 20 anos que se seguiram, as calças foram descaindo cada vez mais chegando ao ridiculo que hoje se observa.

O hip-hop é obviamente responsável por grande parte disto, graças ao look de calças largas e a cair, mas muitos destes miudos não usam mais nada que se identifique com este tipo de look.

Como é que os miúdos conseguem andar sem lhes cairem as calças até aos tornozelos? Será que conseguem correr com aquilo, se for preciso? Porque é que não há mais pessoas como eu a rebolar-se de riso no meio da rua quando passa um gajo destes?

Se alguém por aí tem um destes espécimes em casa, por favor digam-me qual a explicação que eles dão para este tipo de comportamento. É que como mãe de um futuro adolescente estou verdadeiramente interessada neste tipo de fenómenos porque não quero ser apanhada desprevenida.

Compreendo que para muitos esta incompreensão não é mais do que mostrar como estou a ficar velha e fora de moda, o que não deixa de ser verdade – afinal nem sequer tenho um ipod e ainda oiço essa coisa pré-histórica chamada CD – mas há algumas coisas que não passam de moda, como o senso comum, e não vejo grande utilização do mesmo em circunstancias deste tipo.

Sei também que deve ser dificil para os pais impedir que os seus filhos façam tais figuras tristes, especialmente se os colegam consideram este tipo de look o máximo do cool, mas no mínimo têm a obrigação moral de tirar muitas fotografias para gozar com os gajos daqui a 15 anos.

13 Comment

  1. Se soubesse explicava mas nunca fui adepta. E agora ainda há uma versão mais interessante, que não são de ganga mas de tecido normal, também largas, que faz parecer que estão a usar fralda! (não me consigo explicar melhor mas já deve ter visto, o que não falta para aí são dessas também). Não quero pensar sequer como vão ser as próximas!

  2. hahahahahahaha!!!!!!! Também me rebolo. Ainda bem que o meu adolescente é da minha opinião. Se nem ele compreende a lógica destas calças… como vamos nós, pobres criaturas antiquadas, compreender.

  3. Hehe
    Então e as senhoras/raparigas volumosas que insistem em andar de calças de cintura descaída, deixando os lindos “michelin” à mostra.
    De certeza que em suas casas não existem espelhos… ou já se partiram todos!
    😉

  4. O culto ao Hip hop é sem dúvida o grande responsável…também na escola me deparo diariamente com esse fenómeno estúpido e sem cabimento. Já cheguei ao ponto de ter de interromper uma aula para pedir ao miúdo que puxasse as calças para cima pois eu já lhe estava a ver mais do que as boxers!

  5. Se as calças largas e caídas é completamente descabida, essa nova moda das calças feitas com os cortinados da avó (e que não atingiu só os adolescentes) é realmente o cúmulo dos cúmulos da falta de pensamento crítico da miudagem que cada ves está mais acéfala. Se passa na TV, é porque é fixe, logo, veste-se, faz-se, diz-se…

    Voltando às calças… eu costumo chamar-lhes “calças-sanita” 😉

  6. Ao contrário da crença popular esta moda não surgiu no Hip-hop, foi apenas massificada por este estilo musical, esta moda surgiu quando os polícias norte-americanos prendiam os membros dos gangues, para evitar que eles fugissem quando os encostavam à parede os polícias puxavam as calças deles para baixo. Como forma de protesto devido a este tratamento policial os jovens começaram a andar vestidos assim, até que chegou ao hip-hop, o que não demorou muito tempo.

  7. eu uso calça larga o meu gosto musical e o meu esporte o skate acaba moldando o meu jeito de se vestir eu uso acho legal e muita gente se identifica é natural muitos não se agradarem afinal nada consegue isso nem deus , nem todo mundo é obrigado a gostar mas pelo menos respeitar quem usa não julgando mau a pessoa apenas pela roupa , por que o que vale em um ser humano é o carater. Vivemos em um mundo onde cada ser vive um universo e cria seus paradgmas e cria sua visão sobre o espaço o feio pra alguns acaba sendo bonito e style pra muitos.

  8. Epá, dizer que se usa um tipo de roupa parvo porque toda a gente que faz skate e gosta do mesmo tipo de música também se veste assim é exactamente aquilo que me irrita. É imitação pura e simples, sem pensar no porquê das coisas e não representa nada.

    Não tenho qualquer espécie de respeito por pessoas que não sabem pensar por si próprias e se limitam a ir atrás das modas e fazer seja o que for só porque os outros também fazem.

  9. Epá a dobrar!
    Cuecas à mostra não é “bonito” nem “style”, é desmanzelo! = X

  10. Essa moda vem das prisões americanas,onde os presos não podendo usar cintos (para não se esganarem) tem de usar a calças bastante largas e por isso cai-lhes.
    Eu pessoalmente,acho rídiculo principalmente quando se poem a correr com as pernas todas abertas e a segurar nas calças, mato-me a rir,mas a parte que eu gosto mais é quando eles usam cintos mas mesmo só porque são giros porque continuam a ter as calças abaixo do cu LOOL enfim não há paciencia

  11. Onde teve origem esta moda não é o que mais me interessa. Já li e ouvi várias versões.
    Acho que é ridículo andar com calças a cair pelas pelo rabo e pior ainda quando se usam cintos, o que dificulta ainda mais o caminhar. Parecem gorilas!
    Mas também me lembro de modas parvas como a das T-shirts xxl, nos anos 80, às quais era preciso fazer um nó para não escorregarem pelos ombros das meninas abaixo. Ou das calças tão justas ao longo das pernas que magoavam a zona dos joelhos. Ou estes tacões sinistro, hiper altos, que fazem as senhoras parecerem marionetas prestes a cair.

    É um fenómeno social com o qual muitos pais têm que lidar…e “não há paciência”!

    “El fenómeno social de la moda se presenta en el contexto de un “clima psicológico” caracterizado por la existencia de una crisis de identidad por parte de amplios sectores de la población. En el proceso de socialización (desarrollo psicosocial), cada individuo atraviesa por diferentes etapas en las que se encuentran identificación con modelos específicos, provenientes de figuras significativas que pueblan su entorno inmediato. (…)

    En el caso de los adolescentes, se les considera como uno de los públicos más susceptibles y maleables utilizados por la publicidad, precisamente por encontrarse en esa etapa de búsqueda de modelos de identificación, debido a la etapa de cambios en que se encuentran, sobre todo los de tipo psicológico, que implica una búsqueda de su identidad como individuos.

    La crisis de identidad que experimenta el público adolescente y que se prolonga en varios casos, es el abono que prepara el terreno para el trabajo de la publicidad, que ofrece imágenes estereotipadas como modelos de identificación a las grandes masas.” Fonte: http://www.monografias.com/trabajos39/moda-y-sexualidad/moda-y-sexualidad.shtml

  12. É hoje habitual vermos os rapazes usarem as calças descaídas… de modo a permitir que se vejam os boxers. No entanto, 99% dos jovens que aderiram a esta “moda” desconhecem a sua origem. Para que se saiba aqui fica a informação:
    esta tendência nasceu nas prisões dos Estados Unidos. Os reclusos que estavam disponíveis para manter relações sexuais com outros homens passaram a vestir-se desta forma para que pudessem ser fácilmente identificados pelos possíveis “clientes”. Para além disso este “código” permitia ocultar, aos guardas prisionais, a sua verdadeira intenção.
    Posto isto… já sabe, se quiser voltar a usar as calças descaídas… pense bem! :))

  13. Eu uso e acho bué fixe. Eu conhecia a origem e nao sou homosexual ou bisexual! Adoro e uso mt mas mt descidas… admito isso! A minha mãe n qer q use mas eu uso! V^-se os boxers quase todos! Xau

Deixe uma resposta