Visita da seguradora

Veio hoje o perito da seguradora ver os três andares para determinar a nossa responsabilidade nas obras dos vizinhos. Era um senhor muito bem vestido e com um ar muito sério, como convém, e decidiu que somos responsáveis pela reparação do estuque e pintura da casa de banho do andar de baixo, na zona acima dos azulejos e da pintura do tecto do 6º andar.

Agora tenho 10 dias para apresentar orçamentos, sem saber bem como arranjar quem os faça. Voltei a ligar para o canalizador a quem liguei na sexta feira, que se tinha esquecido completamente da conversa anterior, como é obvio, mas que prometeu que vinha amanhã. Espero que arranje solução também para a nossa casa de banho, que neste momento parece passar por colocar um rodapé de pedra ao longo da banheira para tapar o buraco por onde escorre a água. Espero sinceramente que seja uma solução porque a outra é partir tudo para mexer a banheira meio centimetro para o lado.

Quanto à questão do gás não sei mais nada. Espero que alguém se esteja a mexer mas duvido muito e ainda não tive tempo para voltar a fazer mais uma ronda de telefonemas.

Não percam os próximos capítulos!

1 Comment

  1. Estou simplesmente pasmo de ver que, depois desse tempo todo, continua a marcar a sua presença nesse site, diariamente, com comentários curiosos e relativos à sua vida cotidiana. A persistência em pessoa. Nunca pára, nunca desiste.
    De meu lado, depois de haver iniciado a publicação de um romance policial, parei e o abandonei de todo. Só hoje, e por acaso, voltei a rever os capítulos que andei escrevendo e dei por seu site, que eu havia (e não sei porque o fiz) assinalado na página inicial do “boletim x-9”. O romance policial que iniciei, não terá continuidade. Nem me lembro mais o que andava escrevendo… Mas é provável que volte a ativar o “boletimx-9” para publicar audio-livros – que é o que, agora, está me interessando. Mas é uma coisa que ainda vou pensar. Não sei se publico os tais audio-livros que já fiz no “geocities” ou se em outro lugar. São livros da literatura brasileira: José de Alencar, J. J. Macedo (“A Moreninha”), Machado de Assis.
    Mas o motivo que me levou a escrever-lhe não é este. É o de lhe enviar os meus cumprimentos e desejo de properidade, não só no seu “blog”, como também na sua vida. Admiro os “fortes” e “persistentes”.
    Meus parabéns.
    intruso-x (roubaram-me o apelido e fui obrigado a adotar,
    no site o codinome: intruso 82)

Deixe uma resposta