Finalmente sol

Depois de uma semana em casa com o Tiago, que estava doente mas felizmente andou muito bem disposto, o maior inconveniente foi o tempo. A semana esteve toda cinzenta e não deu para levar o Tiago a passear.

Finalmente, na sexta feira o tempo melhorou e fomos passear os dois. Resolvi arriscar e deixar o carrinho em casa e correu tudo bem. Fomos de metro e depois a pé até ao jardim para o Tiago andar de escorrega. Pediu colo uma ou duas vezes pelo caminho mas a maior parte do tempo até foi a andar.

Quando chegámos ao parque infantil, o escorrega estava cheio de areia. Eu comecei a tirar a areia do escorrega para o Tiago e outra menina pequenina que lá estava poderem descer e a resmungar sobre o imbecil que fez aquilo. Os restantes miúdos mais crescidos que andavam por ali aparentemente sentiram-se responsáveis pela confusão e desapareceram rapidamente. É natural que os miúdos queiram brincar e nem sempre se apercebam que estão a impedir os outros de usar os equipamentos públicos mas também nunca é cedo demais para começar a perceber essas coisas.

A parte mais complicada foi quando o Tiago resolveu ir para o escorrega dos mais crescidos. Aquilo é um perigo e não o pude deixar subir porque tem aberturas laterais nas plataformas que estão a cerca de dois metros de altura e o escorrega é a pique. Acabou por trepar uma espécie de gaiola de ferro e depois não conseguia descer e tive que o ajudar, tendo que enfiar os braços pelo meio dos arames e esticar-me toda para o conseguir por no chão sem ele cair.

Mas pronto, acho que de vez em quando ele precisa de experimentar umas coisas diferentes, nem que seja para se aperceber que há coisas perigosas e perder um bocado a teimosia de ir para ali. No entanto às vezes ainda fico espantada com o que ele já consegue fazer e entre duas visitas a diferença em termos de capacidades  é enorme.

Deixe uma resposta