Férias

Estamos de férias até ao final do mês. Não vamos propriamente viajar, apesar de termos planos para passar um dia ou dois fora de casa para fugir da rotina diária de lavar roupa, loiça e arrumar a casa.

No domingo fomos até ao Parque e foi giro porque o Tiago deitou-se na manta connosco, a comer uma bolacha, em vez de ir logo correr e trepar como costuma. Deu-nos uns minutos de descanso efectivo, muito raros hoje em dia.

Na segunda de manhã fomos à praia. A vantagem das férias é poder evitar o trânsito do fim de semana e poder ir à praia sem grande stress. O Tiago já parece ter perdido completamente o medo da água e até nadou um bocadinho, com a barriga apoiada na mão do pai. Estou curiosa para ver como se comporta na piscina, já que no ano passado nem queria tocar na água.

De tarde tivemos que nos ir enfiar no supermercado para fazer as compras do mês, algo que andamos a adiar há semanas precisamente para não ter de ir ao fim de semana.

À noite estavamos exaustos e decidimos que, já que estamos de férias e que ainda por cima temos de ficar em casa, no minimo podemos evitar ter de cozinhar porque que encomendámos comida suficiente para durar uns dias. Usamos o serviço No Menu, que vai aos restaurantes buscar a comida e vem-nos trazer e tem funcionado bem. Geralmente encomendamos comida italiana, do La Traviata e do Don Giovanni. O segundo tem umas doses tão grandes que cada dá para umas 3 refeições (ou 3 pessoas). Tem a desvantagem de vir tudo afogado em molhos de natas, pouco aconselhável para dois ou três dias de seguida. Desta vez optámos pela Traviata que tem umas pizzas muito boas e pedimos também uns bifes para o Tiago que nem sempre gosta de massas.

Na terça de manhã tivemos de ficar em casa à espera da entrega das compras do dia anterior. Depois levámos o Tiago ao jardim, para andar de escorrega e correr um bocado. Como agora ele já vai a pé, já conseguimos ir de metro até à Praça S. João Baptista e depois subir as escadas para ir ao jardim. Quando ia com o carrinho é que não dava jeito nenhum porque tinha de entrar pela ponta oposta.

De tarde o Tiago dormiu a sesta, que passou a ser dia-sim, dia-não e eu estive a fazer planos para a decoração do quarto do Tiago que precisa de mais arrumação e uma cama nova.

Ontem de manhã fomos ao IKEA comprar os móveis. Já tinha feito a lista no site e apontado os corredores onde estavam as peças que queria por isso foi uma visita rápida.

De tarde fui ao dentista e o Pedro ficou encarregue de ir passear com o Tiago. Fiquei cerca de uma hora na sala de espera, bem para além da hora marcada, para uma coisa que demorou cinco minutos e custou 60 euros. Há qualquer coisa nisto que não bate certo.

Quando saí do dentista fomos comprar uma cama de viagem para o Tiago mas ele adormeceu no caminho e acabei por ter de ir sozinha à loja enquanto o Pedro ficava no carro com ele para não ser preciso acordá-lo. Como estava um calor insuportável no parque de estacionamento despachei-me o mais rapidamente possível para podermos voltar para casa.

Passei o resto da tarde a arrumar os brinquedos do Tiago nas novas caixas que comprámos. Tentei arrumar tematicamente e coloquei etiquetas para saber o que está onde. As etiquetas não agarram bem por isso vou ter de encontrar uma alternativa, mas até lá vai dando.

Esta manhã vieram fazer a entrega dos móveis do IKEA e depois fomos ao parque para o exercício matinal do Tiago. Quando estavamos a voltar para o carro ele resolveu fazer uma das suas birras e veio o caminho todo ‘oh no no!’ que é a sua lamúria preferida.

Últimamente tenho conseguido dar a volta aos amuos e evitar grande parte das birras mas de vez em quando há uma que continua a escapar, especialmente quando ele pára de brincar e se apercebe de reente que está mesmo muito cansado. Quando chegámos nem se interessou pelo almoço e foi dormir.

Agora falta montar as estantes, deitar fora um sofá e decidir se mudamos o Tiago para a cama nova ou se esperamos mais algum tempo.

Mas quando é que começam as férias afinal?

1 Comment

  1. Idas ao dentista às vezes são uma treta. 😐 Principalmente quando se tira o aparelho e tem que se ir mensalmente, esperar uma hora, sentar e ele dizer “hum, está tudo bem! podes ir!”

Deixe uma resposta