Regresso à escola

Depois de duas semanas de férias o Tiago voltou à escola. No primeiro dia esteve bem mas nos dias seguintes, à medida que se foi apercebendo que ia para a escola todos os dias, começou gradualmente a voltar ao comportamento que tinha quando entrou pela primeira vez.

Na terça foi muito bem mas já dentro da sala fez birra e sentou-se no chão. Na quarta não queria ir para o colo da auxiliar. Na quinta viu a carrinha da escola a meio do caminho e cometi o erro de a apontar e ele foi ao colo o resto do caminho, recusando-se a andar mais. No caminho de volta também veio um grande bocado ao colo.

Hoje não se queria vestir, foi de carrinho porque já estavamos atrasados com as birras e ficou a chorar.

A par da choradeira na escola também começou a levantar-se várias vezes durante a noite e a ir ter ao nosso quarto. Foi assim nas últimas três noites e andamos exaustos. Começo logo com a tentação de voltar a montar a cama de grades mas sei que o que preciso de fazer é ter paciencia e continuar o treino até ele se habituar a ficar na cama.

Acho que vamos ter de experimentar fechar a porta do nosso quarto para ver se ele desiste e volta para a cama mas duvido que isso funcione.

Esta noite deixei-o deitar-se connosco durante cerca de uma hora e depois levei-o para a cama dele ao colo mas passada meia hora estava de volta. No fundo acho que está tudo relacionado com voltar à escola. Está carente porque passa menos tempo com os pais e anda a procurar atenção durante a noite que é quando estamos lá. Só que mesmo com a nossa cama maior não dá para dormirmos os três, mesmo que eu considerasse essa hipotese durante uns tempos. O Tiago ocupa o meu lugar e a minha almofada e eu fico encolhida no meio da cama a tentar não bater em ninguém e sem espaço para me virar. Para além disso não o quero habituar a dormir connosco. Se não o fez em bebé não é agora que vai começar.

Quando o levo de volta para a cama dele, o Tiago agarra-me no braço e só se deita se eu me deitar ao seu lado. Umas vezes espero que adormeça, outras fico um bocadinho e saio. Se ele está acordado quando saio, vem imediatamente atrás de mim mas geralmente funciona mandá-lo voltar para a cama. Só que passado algum tempo acorda outra vez e começa tudo de novo.

Suponho que vamos ter de aguentar isto durante mais uns tempos até se habituar ao regresso a esta rotina mas está a custar bastante.

3 Comment

  1. Acho que tens um pequeno glitch na primeira linha: “No primeiro diz”, não será: “No primeiro dia”?

    Isso das birras é normal, mas deixa estar que vai passar.

  2. He He
    Olá.. tirei a grade do berço esta semana e pus uma pequenina do Ikea (Vikare – que mal protege, mas pelo menos não cai) mas o engraçado é que acho que ele ainda não percebeu que pode sair dali sem autorização. De manhã fica sentado na ponta à espera. E quando o deitamos à noite fica sossegadinho a brincar como antes.. Vamos ver. Já tinha experimentado quando ele tinha 20 meses mas durante a noite rebolava e caía ao chão. Ando é adiar a compra da cama nova 🙂 Só estou à espera que ele também ande a vaguear durante a noite pela casa.

  3. Marco, obrigada pela correcção. Muitas vezes escrevo a correr e não tenho tempo de reler o texto. Há imensos posts com erros por causa disso que nunca cheguei a corrigir.

    Lisete, há uns meses tiramos a grade frontal da cama do Tiago e colocámos uma barreira temporária, daquelas que baixam, e ele inicialmente teve a mesma reacção. O problema é que se punha em pé e como a barreira era mais baixa ele punha-se em pé na cama e podia cair por isso preferimos comprar uma cama mais baixa. Assim se cair não se magoa (até porque o chão esta coberto com placas de esponja) e já não precisa de barreira.

Deixe uma resposta