Mais um exemplo do estatuto de designer pedinte

A J. enviou-me o link para este blog que fala sobre uma campanha da Coca-cola que espera ter trabalho feito por designers sem ter de lhes pagar.

Este é apenas mais um exemplo dos muitos com que me tenho deparado ao longo dos últimos 11 anos em que tenho trabalhado como designer. A nossa é uma profissão sem qualquer respeito e concordo plenamente com a opinião espressada no artigo. Infelizmente é algo que não se limita aos designers. Os artistas no geral estão sempre a trabalhar de graça – os promotores de concertos esperam que os músicos portugueses actuem de graça ‘porque lhes dá visibilidade’ e os fotógrafos, pintores, escultores e outros devem andar na mesma.

Não posso dizer que culpe inteiramente a Coca-cola por pensar assim porque toda a gente o faz. Muitos dos clientes de design esperam maquetes antes de aprovar o orçamento – esperam sempre trabalho de graça como se isso fosse normal. Porque é que estes haviam de ser diferentes?

E a atitude geral é que devíamos estar muito gratos pela atenção quando no fundo a única coisa que nos fazem é perder tempo. É que os artistas podem ter amor à arte mas têm de comer como toda a gente.

Deixar uma resposta