cocó ‘cio

O meu filhote está quase inteiramente treinado para ir ao bacio. O xixi ainda é ocasionalmente na fralda mas o cocó, que era o mais complicado há umas semanas, já é sempre no bacio. O problema é arrancá-lo de lá depois. Fica sentado uma eternidade enquanto vai brincando – leva sempre um brinquedo para o bacio porque, como todos sabemos, é uma seca estar na casa de banho sem nada para fazer. Nunca pensei que se aprendesse isso tão cedo.

Também como todos nós, o Tiago não gosta de fazer cocó com pessoas a ver, por isso saio sempre do quarto para o deixar à vontade. Mas depois do que aconteceu ontem, tenho a impressão que isso acabou.

Deixei-o no quarto e fui perguntando ocasionalmente se já estava e ele respondia que não. Esperei mais um bocadinho e ele veio ter comigo. ‘Então Tiago, já está? Vamos limpar o…’ e foi aí que vi que tinha as mãos todas sujas. Agarrei nele e levei-o a correr para a casa de banho para o lavar. Depois de lhe lavar as mãos um número infinito de vezes e escovar tudo muito bem, fui ver o estrago. Era cocó por todo o lado – no chão, cama, paredes, na camisola dele, enfim, um desastre completo.

Passei a meia hora seguinte a limpar e desinfectar e o Tiago sempre com um grande sorriso nos lábios. Devia ter tirado uma foto mas na altura tive alguma dificuldade em ver o lado cómico da situação.

3 Comment

  1. Perdoa-me o comentário parvo, mas a primeira coisa que me ocorreu foi “pelo menos não foi com tinta, assim dá para lavar”… Não, espera, minto, a primeira coisa que me ocorreu foi o cómico da situação, é capaz de ter havido um lol à mistura, mas depois pensei em ti a ter que limpar aquilo tudo, e isso não tem muita piada, é uma merda (a pun pode ou não ser intended 🙂 ).
    Vamos ver quantas gargalhadas vou dar quando daqui a uns anos encontrar o mesmo cenário! 🙂

  2. Ai jasus… Nem quero imaginar 😐 Lá ver se daqui a uns 2 anos quando a minha filhota começar a fazer cocó no bacio me lembro de ir espreitar sem ela dar conta… Mas isto, quando se trata dos nosso filhos, temos uma capacidade de absorção estupenda. Eu também já levei com xixi, cocó e bolsado a montes e nunca consigo ficar chateada. Aliás, acabo por me fartar de rir pelo irónico da situação eheheh No outro dia cheguei ao pé do pai que dormia e disse, preciso de ajuda… e na minha perna escorria cocó!!! Estás a ver o filme? Não és a única que te acontece coisas destas 🙂

  3. Quando temos miúdos perdemos um bocado o nojo a estas coisas. Aquilo que me levou a querer limpar tudo rapidamente foi o medo que o Tiago metesse qualquer coisa na boca que não devia e acabasse por ficar doente. Nestas alturas entro em modo mamã galinha e nem me ocorre ficar zangada – fico só preocupada com ele.

Deixe uma resposta