happy birthday to me

birthday presentsPois é, completo hoje 36 anos.

O dia começou bem. Levantámos cedo e o Tiago não fez nenhuma das birras matinais do costume o que fez com que saíssemos para a escola muito mais cedo que o costume. Foi um excelente presente de aniversário do meu filhote.

Com um início tão promissor, comecei a fazer planos para passar um dia descansado – tomar um banho de espuma, experimentar o maravilhoso teclado que o Pedro me ofereceu. Mas isso seria esperar demasiado – afinal de contas estamos a falar do meu aniversário, algo históricamente desastroso.

Pouco depois de chegar a casa apareceu o homem que está a fazer as obras da chaminé do prédio a bater à porta a perguntar se podia vir partir a sala. O quê? Mas eu até tive o cuidado de dizer que precisava de aviso com antecedencia para poder tapar tudo e o gajo aparece assim logo pronto a começar? E logo hoje? Mas que raio!

Disse-lhe que precisava de tapar as coisas para não se estragarem com o pó e ele respondeu que ia então começar no andar de baixo e voltava mais tarde. How lovely.

A minha mãe apareceu nessa altura, para me dar a sua prenda – um bloquinho de notas muito giro e pequenino que dá para andar na mala e escrever as minhas letras de músicas – e fomos tomar o pequeno almoço.

waiting for demolition Quando voltámos a minha mãe ajudou-me a tapar os móveis e a levar os caixotes do teclado e afins para a reciclagem.

Os avós do Pedro vieram muito simpaticamente trazer-me um bolo de aniversário, algo que tanto eu como o Tiago agradecemos 🙂

Agora estou à espera que comece o barulho e já não espero nada deste dia nem dos que se vão seguir. Mas pronto, se não cortar outro dedo ou passar o dia a vomitar como o ano passado, já não me posso queixar muito.

5 Comment

  1. Então, entre pás e picaretas que passes um bom dia!

    Parabéns!

  2. Parabéns Dalila e apesar das obras, espero que o dia seja bom 🙂

    ps – gostei das tuas prendas, quando ao teclado nada a dizer (awesome) quando à outra prenda, eu é mais gigi 😉

  3. Parabéns! 🙂

    Ando para comprar um teclado desse género, o que dizes desse?

    Além de se ligar ao PC (ou Mac no meu caso), é independente para se poder tocar sem estar ligado a nada?

    E as teclas são moles ou pesadas?

    Desculpa as perguntas mas estou mesmo em prospecção e ainda não percebo muito do assunto 🙂

  4. Patricia, o teclado é apenas um teclado midi, ou seja, não tem sons nem funciona sem ser ligado ao computador. As teclas são sensacionais, pesadas e com martelo (weighted hammer action), que é o mais aproximado de um piano a sério que se consegue. Também há pianos eléctricos com teclas assim mas são extraordinariamente mais caros, apesar de terem, obviamente, a vantagem de tocar sem ajuda do computador. Também tenho um piano eléctrico mas este teclado é muito melhor. O piano vem com os pés incorporados e por isso ocupa mais espaço do que este teclado que até dá para arrumar ao alto se for preciso.

    Se andas a tentar decidir o que comprar, aconselho-te a procurar online na Music Store que é uma loja alemã onde nós passámos a comprar tudo o que seja musical nos últimos anos. O site tem partes só em alemão, que pode ser um bocado complicado, mas em caso de dúvida podes enviar um mail que eles até têm pessoas que falam português no apoio ao cliente.

Deixe uma resposta