convívio, música e bijutaria

No sábado à tarde os meus sogros levaram o Tiago a passear e eu estive finalmente a gravar uma música nova. O novo teclado é fantástico e o facto de ter finalmente um teclado de jeito ligado ao PC faz com que possa gravar uns apontamentos de acordes a qualquer altura sem grande stress.

À noite fomos jantar fora com a família porque a casa não está em condições de receber ninguém. As obras continuam e parece que hoje iam começar o nosso lado do prédio mas só devem vir substituir os nossos tubos daqui a uns dois dias – precisamente no dia em que tenho de ir fazer a mamografia, I’ll bet.

No domingo estivemos a mudar o escritório para arranjar um sítio permanente para o teclado. O Tiago portou-se muito bem e entreteve-se sozinho durante grande parte do tempo.

Às cinco chegou a Carla para fazer uma visita e estivemos a cantar Singstar. Apesar da barulheira, o Tiago estava tão exausto que adormeceu no sofá, depois de beber o chá que tinha preparado para o meu lanche e comer o resto do meu bolo. Dormiu até às nove da noite.

Hoje gravei um bocadinho do que será mais uma música nova e estive a fotografar as novas peças de bijutaria que tenho continuado a fazer. Algumas começam a ser compradas antes de ter sequer tempo de as fotografar por isso achei que era melhor tratar das restantes antes que seja tarde demais porque gosto sempre de ficar com registo das peças que fiz.

Muitas das peças novas são baseadas em modelos de outras pessoas, dos livros que tenho comprado. Vou fazendo variações para as adaptar ao meu gosto ou necessidades – como tornar os aneis ajustáveis em vez de os criar com tamanho fixo.

O melhor livro que comprei até agora chama-se Wire Work, de uma senhora chamada Dale Armstrong. Eu já sabia fazer os pendentes wire-wrapped mas tinha algumas dúvidas sobre a colocação de pedras em pulseiras e assim que vi a foto da capa deste livro vi logo que era precisamente o que andava à procura. O livro ensina a fazer peças fabulosas e está muito bem organizado e ilustrado. Uma das coisas que me dá mais jeito é o facto de ter as medidas sempre em cm ao longo de todo o livro, o que me poupa imenso tempo (apesar de já ter apanhado um engano num dos projectos).

Ando a fazer primeiro os projectos em arame de cobre redondo para testar as minhas adaptações mas estou desejosa de começar a fazer algumas peças em prata com as pedras que comprei.

2 Comment

  1. BOA TARDE
    ANDEI A FAZER UMA VISITA AO SEU BLOG E VERIFIQUEI QUE COMPROU O LIVRO WIRE WORK DA SENHORA DALE ARMSTRONG .
    EU JA HA MUITO TEMPO QUE QUERO COMPRAR MAS NAO TENHO ENCONTRADO AQUI NA MUINHA ZONA .
    JA PENSEI EM COMPRAR NUM SITE AMERICANO MAS OS PORTES SAO MUITO CAROS ENTAO COMO VEREFIQUEI QUE TINHA COMPRADO RESOLVI LHE ENVIAR ESTE MAIL A PEDIR QUE ME FACULTASSE O LOCAL ONDE ADQUIRIU O LIVRO SE POSSIVEL
    AGUARDO RESPOSTA
    CUMPRIMENTOS
    VANDA SILVA

  2. Cara Vanda, comprei o livro na Amazon inglesa: http://www.amazon.co.uk.
    Tem a vantagem das encomendas não ficarem retidas na alfandega como as que vêm dos States. À venda em lojas físicas por cá nunca vi nada semelhante.

Deixar uma resposta