Blackouts

Ontem à noite, quando estava a preparar-me para fazer uma lista de tudo o que temos de tratar este fim de semana, faltou a luz. O Tiago já estava na cama e não deu por nada, e eu rapidamente encontrei umas velinhas que tenho sempre espalhadas pela casa. A falta de luz deu imediatamente origem a ‘mental note: comprar uns castiçais giros’.

Esta manhã, depois de uma birra gigantesca do Tiago que estava com demasiado sono para a rotina da manhã, fui até à casa nova. Andam a por terra na coluna do prédio e estava logo um aviso colado na porta do elevador a dizer ‘corte de electricidade entre as 9 e as 13.00h’.

O dia não podia ter sido mais bem escolhido porque fui lá hoje para esperar pela entrega do espelho da casa de banho, que é um monstro de 100x140cm. Uma coisa que teria sido simples de meter no elevador e pronto teve que ser transportada escada acima, ainda por cima às escuras.

Enquanto esperava pela entrega andei a passear a Joana ao colo pela casa enquanto o carpinteiro acertava as portas que não fecham bem, e se queixava que a culpa é do colega que pintou as portas e as trocou todas, provavelmente com razão. Outro colega estava a fazer pequenos acabamentos como retirar os restos de fita e tinta das dobradiças. Vi que estava a começar a tirar a película das portas dos armários da cozinha mas pedi-lhe para deixar ficar porque assim pelo menos minimiza o risco de acidentes até estar tudo arrumado lá dentro.

Reparei que a torneira da cozinha não ficou bem montada porque o manípulo, semelhante ao das torneiras das casas de banho, estava virado para a frente em vez de estar do lado direito, como era suposto. Weird.

Estou desejosa de ir para lá limpar a casa toda e começar a montar móveis mas com a Joana atrás é complicado, senão estava lá agora mesmo. Para dar um exemplo, quando chegou finalmente o espelho e eu resolvi voltar para casa porque estava farta de vaguear ou estar sentada no chão, tive de deixar o carrinho de bebé e trazer só a Joana ao colo, com uma lanterna na mão pela escada abaixo porque ainda não havia luz.

A boa notícia no meio disso tudo é que, como a coluna do prédio estava num estado miserável, vai ser tudo substituido e vamos passar a ter fios novos não só na casa como também em todo o prédio, e uma ligação de terra a sério. Menos uma chatice para o futuro próximo.

Deixe uma resposta