dão-se gatos

Sempre gostei muito dos meus gatos mas ultimamente as peludas criaturas andam a fazer-me a vida negra.

Desde que nos mudámos que a primeira coisa que tenho de fazer de manhã é andar à procura do sítio onde os gatos vomitaram essa noite para limpar. Nos últimos dias a coisa piorou e agora é ver onde é que andaram a mijar durante a noite – em cima da secretária do computador, na mochila onde o Pedro guardava os cabos, em qualquer superfície plástica que encontrem, etc.

Limpo constantemente os caixotes e não parece ter qualquer influencia. Já não sei o que fazer aos gatos. A única coisa que me apetece é dar uns quantos, porque isto pode ser um problema territorial e o facto de serem muitos deve ser parte do problema.

A outra opção é arranjar forma de ficarem no terraço. Não quisemos fazer isso até agora porque coitadinhos dos gatinhos que ficavam lá fora ao frio, mas com uma criança que vai começar em breve a gatinhar, não tenho muita confiança no estado de limpeza do chão com estas criaturas mijadoras à solta pela casa.

Alguém sugere uma estrutura de exterior que dê para alojar gatos? Tinha pensado numa espécie de abrigo de jardim baixinho ou umas casotas de cão grandes – uma para a areia e outra para dormirem. Custa-me um bocado mas estou a ficar com poucas opções.