Joana, 7 meses

Os 7 meses da Joana começaram com varicela. A minha sogra tinha dito que era raro apanharem tão cedo porque os bebés desta idade ainda têm as defesas da mãe mas a Joana não se safou. No caso dela a coisa desenvolveu-se mais devagar e com algumas bolhas bastante maiores que as do Tiago mas no geral nem foram muitas e tirando uns dois dias em que ela andou mais rabujenta, acho que a miúda superou a doença com a sua habitual boa disposição. Pelo menos ficam os dois despachados desta.

A chatice maior é para mim que vou na terceira semana fechada em casa. OK, saímos em ambos os sábados para ir a almoços de família, mas fora isso estou de castigo e não posso ir fazer nada das coisas que preciso. A minha mãe e os meus sogros têm sido uma ajuda preciosa ao ir buscar o Tiago à escola porque não posso ir com a Joana ao infantário. Não só ela está contagiosa para os outros como pode apanhar uma infecção por ter o sistema imunitário em baixo, o que aos 7 meses podia ser grave.

A alimentação da Joana tem-se tornado progressivamente mais fácil e até agora não teve mais nenhuma reacção adversa aos alimentos. Já lhe começámos a dar papa com gluten sem problemas, e diversos vegetais.

Como comecei a ter alguns dias em que não conseguia tirar leite para lhe fazer papa – como ela começou a saltar mamadas a produção desceu – resolvi tentar o leite hidrolisado. Fiz hoje a primeira papa, da qual era comeu apenas umas colheradas, porque aquilo tem um sabor diferente do costume (e porque a certa altura tive de sair da cozinha e quando voltei uma das gatas tinha o focinho enfiado no prato e teve que ir o resto para o lixo), mas não vomitou. Tenho de experimentar mais 3 dias para confirmar se é seguro mas em princípio não deve haver problema.

Preciso de a pesar para ver se está a ganhar o peso que devia com as alterações à dieta. Iamos fazer isso esta semana, quando a fossemos vacinar mas com a varicela tem de ser tudo adiado pelo menos mais uma semana. Mas ela continua gorducha por isso não estou preocupada.

Em termos de desenvolvimento, a Joana já se aguenta imenso tempo sentada sem apoio, apesar de ainda cair para os lados ocasionalmente quando se estica para agarrar algo que esteja mais longe. Põe tudo na boca, como é natural, e já se consegue deslocar grandes distancias no chão ou na cama, seja arrastando-se de costas, seja virando-se, algo que também já faz com facilidade (apesar de ainda ficar com um ar espantado quando consegue, como se não estivesse à espera). Ainda não a vi rebolar a sério mas não falta muito e a mobilidade já é suficiente para ser já demasiado perigoso deixá-la em cima da minha cama, mesmo rodeada de almofadas.

O Tiago com esta idade já se apoiava nos joelhos e a Joana ainda não chegou lá. Já passa imenso tempo de barriga para baixo mas não faz qualquer tentativa de se levantar. Por outro lado aguenta-se imenso tempo a fazer apoio com os pés por isso até pode ser que salte a fase de gatinhar.

5 Comment

  1. 🙂
    Fica a miúda já despachada também, é verdade, mas que é uma chatice os 2 com varicela assim duas semanas seguidas, é! Que passe tudo rápido para se acabarem os dias de clausura [ficar em casa enfiada por obrigação é do pior, mesmo] e que o regresso à normalidade seja coincidente com o regresso do sol, que já todos andamos a precisar!

  2. Olá Dee, que papa dás à Joana?
    A minha filha tem 6 meses e tb é alérgica à proteína do leite de vaca, neste momento estou a dar-lhe umas papas do Celeiro da marca Holle (que não têm vestígios de leite..), são porreiras porque se podem preparar de várias maneiras, mas são carotas e são todas de cereais (não há cá sabores a perâ/banana). E neste momento ainda não tenho conhecimento de outras marcas que façam papas sem “vestígios de leite”.. Se poderes partilhar eu agradecia.

  3. Oi Catarina, eu ignorei essa dos vestígios de leite e até agora não tive problemas. Eles têm de por esse aviso porque aquilo é tudo feito na mesma fábrica e pode haver contaminação de um produto para o outro, mas é preciso que a alergia seja verdadeiramente grave para uma quantidade tão mínima dar problemas.

    A intolerancia à proteína do leite de vaca prende-se com a incapacidade que os bebés têm em digerir a proteína, que é muito grande, pelo que em princípio é preciso mais do que um pozinho para dar problemas. É claro que há casos extremos e mães que não querem arriscar pelo que só posso falar por mim.

    Tenho estado a dar papa Nutribén 8 cereais com mel feita com o meu leite ou leite hidrolisado da mesma marca (que tem as proteínas partidas em bocadinhos mais pequenos e portanto já não causam problemas) e até agora tudo ok.

  4. Olá Dee, obrigada pela informação. Eu infelizmente comprei uma lata do leite hidrolisado, mas acabei por não lho dar, primeiro porque fazia as papas com água e fruta e depois porque estava a dar mama.. Resultado, ela agora tem 7 meses e o único leite que bebe é o meu, e continua a acordar religiosamente de 3 em 3 horas à noite para mamar… Por isso, queria ver lhe começava a dar o leite hidrolisado mas acho que não vai ser nada fácil, o leite cheira super mal, sabe ainda pior e a miúda tem a mania que é gourmet. Vou por um pouco de fruta no leite, pode ser que passe.
    A minha filha mais velha tem dois anos, sempre dormiu 8 horas seguidas á noite apesar de ter tido montes de problemas com a amamentação, com a mais nova a amamentação correu ás mil maravilhas mas as malfadadas 3 horinhas são religiosas. Vá-se lá perceber.

  5. De facto o cheiro do leite é horrível e tive o mesmo problema com a Joana mas acho que basta insistir todos os dias durante uma semana e eles habituam-se. Com a Joana dei-lhe a papa só quando ele tinha mesmo fome e só a quantidade que ela deixou, sem insistir, e agora já come uma tigela cheia.

Deixe uma resposta