Finalmente um dente

Aos nove meses nasceu finalmente o primeiro dente da Joana. Os do irmão apareceram logo aos seis meses por isso já andavamos à espera há algum tempo. Ela queixava-se, mordia tudo, as gengivas estavam inchadas mas nada saia dali até agora.

É interessante o facto deste dentinho coincidir com o desmame da Joana, que na última semana começou a recusar-se a mamar. Já faz 4 refeições à colher (papa de manhã, sopa com peixe e fruta ao almoço, papa à tarde e sopa com carne e fruta ao jantar) e começou finalmente a beber água sem fazer caretas. A partir daí acabou-se a mama. Nem antes de dormir nem nada. A única altura em que consigo ainda dar-lhe de mamar é se ela acordar a meio da noite – o que é raro – ou logo de manhã em vez de papa. Nessa altura está com tanta fome que não diz que não. Mas isso parece-me estar a voltar atrás já que a ideia é ela habituar-se a comida sólida.

Comecei então a fazer planos para acabar de vez com a amamentação. Inicialmente tinha planeado fazer um ano, como fiz com o Tiago, porque ela sempre vai recebendo algumas defesas pelo leite – tirando a varicela, não teve mais do que uma constipaçãozita até agora, apesar dos diversos virus e bactérias que o mano tem trazido para casa regularmente – mas temos de aproveitar os sinais da criança.

Deixe uma resposta