Update

Bom, como já não escrevo há imenso tempo, está na altura de fazer um apanhado do último mês.

Primeiro lá nos decidimos pelo carro que haviamos de comprar, algo que ocupou as férias quase todas, e temos agora o nosso primeiro carro novo de sempre, um Mitsubishi ASX cinzento. É muito mais fácil de por e tirar os miúdos lá de dentro, porque é mais alto e também mais fácil para mim que já não fico com os joelhos ao nível do pescoço.

Também instalámos ar condicionado, que foi uma grande confusão porque a pré-instalação não tinha ficado completamente bem feita. O que acho fantástico é que a empresa que montou as máquinas foi a mesma que fez a pré-instalação mas chegaram ao quarto da Joana, viram a localização da caixa e disseram ‘então o empreiteiro meteu-me aqui uma viga?’. Seriously? Não, o empreiteiro não andou a inventar vigas. Vocês é que tiraram mal as medidas.

Graças a isso tiveram de partir a parede toda e tive de ligar ao Sr. Augusto para mandar cá alguém tapar o buraco. Ainda está uma mancha cinzenta, de cimento, à espera de estuque e tinta, vamos lá ver durante quanto tempo.

Mas os problemas com o AC não ficaram por aí. Aparentemente outra coisa que não foi feita na pré-instalação foi passar fio eléctrico do quadro até ao local onde ficam as máquinas externas. O tubo estava lá mas sem cabo. Depois de muita negociação o Pedo foi comprar o fio eléctrico, porque aparentemente ninguém o queria pagar, e os homens lá passaram aquilo mas não ligaram ao quadro porque isso requer um electricista qualificado. Estando em Agosto, arranjar um electricista disponível não é fácil e só ao fim de uma semana ou mais é que o Sr. Augusto conseguiu finalmente trazer cá um.

Mas pronto, já temos AC. Temos usado pouco – um bocado ao fim da tarde na sala e pouco mais – mas no inverno vai dar jeito para ver se deixamos de estar tão dependentes dos aquecimentos a óleo que nos deram uma conta de luz de mais de 600 euros no princípio do ano. Até doeu pagar aquilo…

Entretanto a Joana entrou para a creche e eu passei a ter um bocado mais de tempo livre. Tenho feito algumas das arrumações e reparações que precisavam de ser feitos em casa, andei a acabar um site que tinha ficado pendurado durante as férias, recomecei a fazer bijutaria e a fazer planos para o futuro.

Ainda tenho muitas chatices para resolver e muitas decisões a tomar, mas ao fim de um ano presa em casa com um ser humano completamente dependente de mim, por um lado estou a achar estranho ter a casa vazia e dou por mim a tentar não fazer muito barulho como se a joana estivesse a dormir, e por outro estou cheia de vontade de fazer coisas. Mas estou também muito cansada e o nível de energia só agora, na terceira semana, é que começa a normalizar.

Tinha prometido a mim mesma uma semana sem fazer nada, assim que me apanhasse sozinha em casa, mas já percebi que isso isso é o tipo  de coisas que penso quando estou tão cansada que mal consigo manter os olhos abertos e preciso de algo que me faça aguentar o dia. Depois acaba sempre por haver qualquer coisa para fazer e acho que até é melhor assim.

Deixe uma resposta