Dia na Baixa

Hoje fui a Lisboa visitar a minha amiga Carla. Antigamente conseguíamos encontrar-nos quase mensalmente mas nos últimos tempos é uma sorte se for de 6 em 6 meses, o que é uma pena.

Primeiro fomos por a conversa em dia numa pastelaria/padaria chamada Quinoa, na Rua do Alecrim, onde bebi um chá de frutos vermelhos e admirei os bolinhos com um aspecto fabuloso que eles fazem lá. A senhora foi super simpática e esteve a explicar que o pão é certificadamente biológico e o resto da pastelaria  não tem certificação porque uns ingredientes são e outros não – aparentemente o açucar biológico é super caro e algumas farinhas biológicas não dão bons resultados para certos bolos – mas que fora isso não têm qualquer espécie de aditivos. Não provei os bolinhos mas tenho de lá voltar um dia destes.

Depois fomos a uma retrosaria na Baixa, daquelas que ainda mantém o aspecto antigo. Adoro estas lojas e tenho pena que restem tão poucas pelo país fora. Compreendo que seja necessário modernizar mas também se destroem muitos edifícios com personalidade em vez de restaurar.

Como estávamos ali perto, fomos ao MUDE – Museu do Design e da Moda. Ainda não tinha lá entrado, até porque tenho ido pouco a Lisboa nos últimos tempos e geralmente vou com um objectivo específico e a correr. O Museu está numa localização que era suposto ser temporária mas pelos vistos já lá está há uns dois anos. A entrada é grátis e tem montes de objectos interessantes e vestidos giros para as meninas admirarem 🙂

Ainda fomos a uma loja de rebuçados muito gira, a papabubble, onde tenho de levar o Tiago um dia destes porque dá para ver os senhores a fazer os rebuçados mesmo à nossa frente. É um bocado como as canes do Fimo só que começam com um rolo da grossura de uma cabeça que depois vão reduzindo até ao tamanho de um rebuçado. Comprei um saquinho sortido para experimentarmos.

Por esta altura já passava das duas da tarde por isso voltámos ao Chiado para almoçar uma salada de salmão e depois regressei a casa para descansar um bocadinho antes de ir buscar os miúdos à escola.

Deixe uma resposta