Primeira viagem de barco

O Tiago tinha hoje uma consulta em Lisboa por isso fui buscá-lo à escola depois do almoço e fomos até Cacilhas apanhar o barco. Ele adorou ver a água e os barcos a chegar. Viu uma alforreca, perguntou montes de coisas inclusive aquilo que o mais preocupava: se o rio tinha tubarões e se estava minado. Ficou muito entusiasmado quando viu uma garrafa de água a flutuar no meio do rio e achou a viagem gira mas curta.

Depois apanhámos o metro e várias mudanças de linha mais tarde lá chegámos ao nosso destino, com dez minutos de atraso, porque a curiosidade e as paragens obrigatórias para fazer xixi tornaram a viagem mais longa do que o esperado.
Depois da consulta fomos conhecer o sítio onde o pai trabalha. O Tiago ficou um bocado intimidado quando entrou na sala e viu montes de gente. Acho que estava à espera que o pai tivesse um escritório só para ele. Quando saímos expliquei-lhe que hoje em dia só os chefes é que tinham direito a isso.

Fizemos o caminho inverso, fomos buscar a Joana e voltámos finalmente para casa. Demorei cinco horas a levar o Tiago a uma consulta de uma hora mas fiquei espantada pelo facto de ele se ter portado incrivelmente bem. Vamos ver se da próxima corre da mesma forma já que vai perder a vantagem de se novidade.

Deixar uma resposta