Minerais e gelo

Na sexta feira de manhã fui à feira dos minerais, em Lisboa. Arrisquei pela primeira vez a comprar pedras facetadas.

Agora que tenho ajuda do professor de joalharia sinto que posso finalmente arriscar-me a fazer algo com pedras mais valiosas.

Para além das pedras que me interessavam para as jóias, achei que a feira devia agradar ao Tiago, graças à grande variedade de minerais brutos que estavam em exposição. Por isso, no sábado de manhã voltei lá com o resto da família.

A Joana adormeceu rapidamente ao colo do pai, cansada só da viagem. O Tiago, por outro lado, esteve freneticamente a escolher tudo o que queria comprar e só viemos embora quando lhe disse que tinha acabado o dinheiro.

Já em casa, estivemos a catalogar a sua coleção de minerais em caixinhas com compartimentos individuais para cada pedra, casa uma com etiqueta identificativa.

É giro ter um interesse em comum com o meu filho de 6 anos, e sinceramente nunca esperei que fosse este 🙂

No domingo levámos os miúdos ao cinema para ver o Frozen. Comprámos uma das prendas de Natal que ainda estavam em falta, almoçámos “abuga com avôs”, como a Joana gosta (ver dicionário da Joana), e os filhotes ainda foram comer gelado no fim do filme.

Se não fosse o facto de ter de vir para casa lavar e dobrar roupa o resto do dia, teria sido um domingo em família perfeito.

O filme é giro mas a minha parte preferida foi quando, perante uma demonstração de amor fraternal em vez da história romântica do costume, o Tiago suspira de alivio porque pelo menos este não acaba com um casamento 😀

Deixe uma resposta