Mini laminador para joalharia

Este slideshow necessita de JavaScript.

O laminador é uma máquina com dois rolos que, ao rodar, comprimem o metal e permitem criar chapa e fio mais fino.

Geralmente começa-se com um lingote que passa diversas vezes pelo meio dos rolos, cada vez mais apertados, até obtermos a espessura pretendida. Este processo é demorado e requer o recozimento do metal a cada 4 ou 5 passagens.

Se estivermos a fazer fio comum, este sai de formato quadrado e depois tem de passar ainda na fieira até ficar redondo. Para tal, convém parar o processo no laminador um pouco antes da espessura desejada uma vez que o fio vai estreitar ainda mais na fieira.

Esta era uma ferramenta que eu queria comprar há algum tempo. É uma das ferramentas mais básicas e mais utilizadas na joalharia, mas o preço é algo proibitivo. Felizmente apareceram recentemente no mercado estas versões mini que são muito mais acessíveis. Em vez dos 800 ou 1000 euros que custa um laminador comum, estes mais pequenos rondam os 200 euros. Ainda é um investimento grande (daí a espera) mas para quem trabalha com metais frequentemente, vale a pena.

A opção a esta ferramenta é comprar chapa e fio já feitos em todas as espessuras existentes, mas isso implica um investimento muito grande em metal com o risco de comprar tamanhos que nunca se chega a usar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A desvantagem maior destes modelos pequenos é que é necessário desmontar a máquina quase toda para trocar os rolos lisos pelos rolos de fio, algo que nos laminadores maiores existe permanentemente lado a lado. Se for algo frequente torna-se bastante frustrante.

Por outro lado estas máquinas pequeninas trazem também uns rolos de texturas que podem dar imenso jeito em certo tipo de trabalhos, especialmente se quisermos uma textura regular que não se obtêm martelando. E para usar as texturas ou o rolo de fio meio redondo basta mudar o rolo de cima, o que não dá tanto trabalho como mudar os dois.

Para mudar o rolo de baixo com frequencia acaba por ser mais benéfico retirar as capas metálicas laterais, que rodeiam as rodas dentadas. Servem para evitar que algo caia ou fique acidentalmente preso no mecanismo (incluindo a nossa roupa ou cabelo) mas sem estas peças são logo menos 6 ou 7 parafusos que é preciso tirar

Para além dos rolos de textura, o laminador também permite texturar o metal por pressão: passar tecidos, rendas, lixa ou outro material com relevo pelos rolos juntamente com a chapa produz texturas muito interessantes. O importante é que o metal esteja devidamente recozido (recozer quer dizer aquecer o metal até a sua estrutura molecular voltar à forma original, o que torna o metal mais mole e maleável).

Encomendei o meu laminador da Proops Brothers, através da Amazon, mas a Cookson Gold tem um semelhante e até têm um video sobre o funcionamento do mesmo.

Os laminadores precisam de ser aparafusados à mesa ou a uma base própria e essa mesa deve também ser aparafusada à parede ou ao chão. isto deve-se à força que é necessário exercer sobre a manivela para comprimir o metal. se a mesa não está fixa e estável, mexe facilmente com o esforço.

2 Comment

  1. Olá!

    Antes demais, muitos parabéns pelo seu trabalho e pelas dicas que disponibiliza!
    Ando à procura de um laminador em conta, e encontrei o seu post… Gostaria de lhe perguntar se continua satisfeita com o laminador, e qual a espessura mínima de chapa que consegue laminar!
    Muito obrigada, desde já, pela atenção.
    Cumps.
    Maria João Barba

    1. O laminador não é mau mas não é tão forte ou resistente como um dos grandes. As peças são em ferro e não em aço como os mais caros, logo não são tão resistentes. Ou seja, é bom para trabalhos pequenos mas não aconselho laminar placas de latão de 2 mm porque as rodas dentadas da alavanca correm o risco de partir com o esforço.
      O facto de ser necessário desmontar a máquina quase toda para mudar os rolos também é muito inconveniente, especialmente se for algo que é preciso fazer com frequência.
      Fora isso não tenho nada a apontar e tem dado imenso jeito, não só para laminar mas também para aplicar texturas com tecidos.
      Os rolos fecham completamente, por isso não tem uma espessura mínima. A espessura máxima acho que são 3 mm mas como disse anteriormente, não aconselho começar por aí.

Deixar uma resposta