Tiago, 10 anos

O meu filho fez 10 anos.

Não sei bem para onde foi o tempo, mas não é possível negar o facto que o meu bebé pequenino está quase do meu tamanho. É de tal forma que já tenho dificuldade em distinguir as meias dele das do pai e não tarda tenho um adolescente cá em casa.

Este ano o Tiago não quis festa com amigos. Disse que preferia convidar um dos amigos para vir cá a casa outro dia e fazer a festa com a família. Como vieram os primos, acabou por se divertir à mesma.

Como o Tiago adora gatos, esse foi o tema da festa deste ano. Para iniciar as festividades, comprei uma pinhata (algo que ele queria há imenso tempo).
Não encontrei nenhuma com um gato mas havia com um leão. Teve de servir.

Mas não pensem que a pinhata era para aquela coisa do costume, em que as crianças se reunem e puxam uma fitinha. Qual quê! O Tiago queria era partir aquilo tudo à paulada. E foi o que teve. O pai subiu para um escadote e segurou naquilo e o Tiago, de taco de softball em punho, descarregou toda a sua raiva acumulada na cabeça de leão até voarem chocolates.

O Tiago pediu-me para fazer as bolachas do costume e eu usei um molde da Hello Kitty para a forma geral e depois o Tiago ajudou a criar os detalhes da cara. Os gatos a piscar o olho são os dele.

O bolo deste ano foi especial. Foi um fabuloso bolo de morangos feito pelo pai e depois coberto com uma cara de gato que o próprio Tiago decorou. Simples mas giro, e muito mais saboroso do que os vulgares bolos de iogurte feitos pela mãe.

Deixe uma resposta