Ferramentas e materiais para bijutaria em arame – parte 2: alicates

Alicates

alicatesDepois do arame, os alicates são a ferramenta mais importante em wire wrapping. Há 3 alicates fundamentais para começar: o alicate de corte, o alicate de pontas redondas e o alicate direito liso (ou seja, sem dentes por dentro, para não marcar o arame).

Na foto ao lado podemos ver diversos tipos de alicates, os três básicos já mencionados e outros com funções mais específicas que podemos necessitar ou não conforme o tipo de peças que queremos fazer.

A zona do alicate que tem mais força e que agarra melhor o arame é junto ao cabo. Quanto mais para a ponta segurarmos o arame maior a possibilidade deste fugir, especialmente quando trabalhamos com arame grosso.

Vamos conhecer mais detalhadamente as características e funções de cada alicate e as suas muitas variantes.

Alicates de corte

O alicate das duas primeiras fotos parece semelhante ao da terceira foto mas tem uma diferença crucial. São ambos alicates de corte frontal mas o primeiro corta uma das pontas do arame completamente a direito (flush cut) enquanto que o outro deixa um bico em forma de V em ambas as pontas cortadas.

O primeiro é então o alicate de corte ideal. O lado de fora faz um corte vertical perfeito, o lado de dentro forma um bico em V.

Nos alicates de corte comuns, como o da terceira foto, ambas as pontas ficam com um bico o que implica mais tempo perdido a limar. É muito importante que as pontas do arame que vamos usar estejam direitas ou arredondadas para não arranharem nem se prenderem nos tecidos. É um dos factores que distingue uma boa peça de bijutaria de algo feito a despachar.

Existem também alicates de corte lateral ou diagonal, como o da esquerda, em cima. Devemos escolher o alicate de acordo com a espessura e grau de dureza do metal a cortar. Os mais pequenos geralmente servem só para cortar arame até 1mm de espessura e de consistência mais macia (ouro, prata, cobre, alumínio). Há alicates específicos para arames mais grossos e metais duros, como o aço rígido (memory wire). É o caso do alicate da foto da direita, que funciona mais como uma tesoura. Este alicate tem a vantagem de cortar ambas as pontas a direito (flush cut).

Alicates direitos

alicate_lisoEste é o alicate mais comum e tem múltiplas funções. Serve para segurar as peças enquanto trabalhamos, para abrir e fechar argolas, dobrar ou endireitar o arame, etc. Deve ser completamente liso por dentro para minimizar as marcas no metal e fechar bem. Há que coloque fita de papel por dentro, para minimizar os vincos das arestas mas a fita estraga-se rapidamente e tem tendência a deixar cola no alicate, pelo que eu prefiro utilizar o alicate de nylon para tarefas que possam marcar muito.


 

alicate_nylonO alicate de pontas de nylon não é indicado para trabalhos minuciosos porque deixa o arame escorregar com mais facilidade, mas é ideal quando é necessário aplicar força no arame para o dobrar sem vincar. Também serve para endireitar o arame: agarra-se na ponta com um alicate comum e puxa-se, deixando todo o arame deslizar por dentro do alicate de nylon.

As pontas de nylon são substituíveis. Aconselho a comprar logo duas ou três recargas juntamente com o alicate porque estragam-se depressa com muito uso.

alicate_paraleloO alicate paralelo é semelhante ao alicate direito mas os dois lados movem-se sempre paralelamente, o que permite agarrar o arame e as peças a trabalhar com mais segurança e sem marcar. Não é tão conveniente quando temos de mudar constantemente a zona da peça a segurar mas excelente quando precisamos de uma ferramenta para segurar uma peça pequena e dar estabilidade. Este alicate também é mais eficaz quando se trabalha com arame grosso e uma óptima ferramenta de apoio para trabalhar com chapa metálica.

alicate_pontas_curvasO alicate de pontas curvas é semelhante ao alicate direito mas as pontas são finas e curvas para permitir trabalho mais minucioso em zonas interiores ou com pouco espaço. É muito usado também para abrir e fechar argolas.

 

 

Alicates de pontas redondas

Na foto da esquerda vemos o tradicional alicate de pontas redondas. Este alicate é composto por dois bicos cónicos e serve para formar argolas e curvas no arame. Agarra-se a ponta do arame com o alicate e vai-se enrolando o arame à volta de um dos bicos do alicate para formar a curva. O tamanho da curva varia de acordo com a zona do cone onde se agarra o arame – quanto mais na ponta do alicate, mais pequena fica a curva.

Existem alicates de pontas redondas maiores e menores. Os mais pequenos como este não têm força suficiente para trabalhar arame muito grosso, especialmente junto às pontas.

Na segunda foto vemos uma variante deste alicate que tem apenas um bico cónico e outro direito. A vantagem deste alicate é que não marca o arame ao apertar.

Na foto da direita temos mais uma variante, desta vez com um bico direito, tal como no alicate do meio, e outro bico formado por 3 cilindros de tamanhos diferente. Permite formar argolas sempre com o mesmo tamanho com mais facilidade.

Parte 1 deste tutorial.

Parte 3 deste tutorial.

2 Replies to “Ferramentas e materiais para bijutaria em arame – parte 2: alicates”

  1. olá gostava de saber como posso adquirir o alicate dos 3 tamanhos de cilindro para formar argolas????obrigada

    1. Eu mandei vir o meu de Inglaterra. Em portugal é muito complicado encontrar este tipo de ferramentas mais especializadas. A Cookson Gold tem algumas variantes desse modelo: http://www.cooksongold.com/category_select.jsp?query=looping+pliers

Responder a Dee Cancelar resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.