Artesanato Bijutaria Blog Crafts em Papel Joalharia Tutorials

[:pt]Remodelação do atelier[:en]Home studio remodel[:]

[:pt]Viver num último andar tem algumas desvantagens. uma delas é o risco de infiltrações. Há algum tempo começámos a notar humidade no canto do meu atelier. Essa humidade alastrou e transformou-se numa parede completamente encharcada. Fizemos obras no telhado para alargar a caleira, que não tinha caudal suficiente para suportar as chuvas mais intensas, e o problema parece ter ficado resolvido. O problema é que a parede por dentro ficou uma desgraça. O estuque apodreceu todo e tinha de ser substituído.

atelier1
Em cima, o estrago causado pela infiltração. Em baixo, o que foi preciso partir.

Assim, em Dezembro, fizemos uma obra para substituir o estuque e pintar a sala. A princípio tentei fazer eu, mas quando percebi a verdadeira extensão do estrago achei que era melhor contratar profissionais.

atelier3
Foi necessário desmontar e retirar todos os móveis da sala. A casa ficou um caos, com móveis e caixas por todo o lado. Tive de encontrar um cantinho na sala para conseguir trabalhar.

Como foi preciso tirar tudo da sala resolvi que era a altura certa para reorganizar o atelier e por aquilo não só mais funcional como também mais bonito. Criei um quadro de Pinterest com montes de ideias e comecei a planear.

atelier2
Em cima, o estuque novo e em baixo, a sala pintadinha.

Comecei por pintar o interior das estantes com o turquesa claro. Primeiro tentei usar vinil mas não gostei do resultado, por isso optei por esmalte aquoso.

Pintei o fundo das estantes na cor escolhida.

Aquilo que mais gostei nos exemplos que vi foi o painel perfurado. Comecei por comprar dois mas acabei com três, para ocupar grande parte da parede por cima das mesas. Ter as ferramentas e alguns dos materiais à vista e à mão torna o processo de criação muito mais eficiente e a limpeza muito mais rápida. Pintá-lo da mesma cor das estantes era inevitável.

Por cima do painel coloquei uma prateleira a todo o comprimento da sala que é excelente para expor as minhas jóias.

atelier6

Depois pensei no que queria colocar em cada caixa e qual a melhor colocação. Aquilo que uso com mais frequência está mesmo atrás da cadeira e as caixas que são apenas de arrumação de materiais menos usados ou de peças prontas ficam mais para cima. A prateleira de baixo é onde arrumei os livros e outros materiais de referência.

Algumas das caixas que estão sempre abertas porque ando sempre a tirar ou por coisas lá dentro, como as das canetas ou dos cortadores da sizzix, ficaram mesmo sem tampa para evitar ter um elemento inútil que só atrapalha.

Alguns materiais mais coloridos, como os marcadores, botões ou washi tape, resolvi por à vista.

Gostei tanto de pintar com spray que nem a bigorna se safou.
Gostei tanto de pintar com spray que nem a bigorna se safou.

Tentei escolher o tamanho das caixas de acordo com o que precisava de por lá dentro. Assim sendo, a caixa dos materiais de embalagem e onde guardo as máquinas fotográficas e acessórios para fotos são grandes, enquanto as caixas para almofadas de carimbo e carimbos de madeira são baixinhas. Ajustar as caixas aos materiais é muito importante para uma arrumação eficiente. Coloquei etiquetas em todas as caixas para saber o que está lá dentro.

Em dois pequenos elementos de gavetas guardei as colas, ecolines, gouaches, réguas, etc. Num módulo de gavetas com rodas que sempre tive ao pé do computador tenho o equipamento de escritório na primeira gaveta – clips, agrafador, post-its, elásticos, calculadoras, carregadores. Usei caixas de cereais cortadas para agrupar os objectos semelhantes em vez de ter tudo ao molho.

atelier9

Na gaveta do meio guardo a papelada que vai chegando para mais tarde arquivar – contas, cartas do banco, etc. na gaveta de baixo tenho os blocos A3 de papel vegetal e milimétrico assim como os projectos de peças que já fiz ou que estou a desenvolver.

Os papéis e cartolinas de tamanho A4 ficaram em suportes de revistas, organizados por cores. As folhas maiores ainda não têm uma arrumação definitiva. Por enquanto estão numa prateleira, no móvel onde tenho o forno do Fimo, o tumbler e a máquina de ultra-sons. Tenho outra caixa para papel de formato A5 ou mais pequeno. Geralmente são papéis já trabalhados, para usar como fundos em projectos – pintados, com textura, embossed, etc.

atelier10

O que deu mais trabalho foi pintar as caixas. Escolhi um turquesa claro como cor para a sala e achei que as caixas todas pretas ficavam mal nesse contexto. O problema é que não podia pintar no terraço porque de vez em quando chove sem aviso e na sala só tinha superfície para pintar três caixas de cada vez.

Pintei as caixas de plástico e metal com spray e as de cartão com rolo. Acho que valeu o esforço. O Chewie estava sempre lá para ajudar.
Pintei as caixas de plástico e metal com spray e as de cartão com rolo. Acho que valeu o esforço. O Chewie estava sempre lá para ajudar.

As mesas são as mesmas que já tinha. São umas secretárias que sobraram do antigo escritório da Nitro e que tenho usado desde então. Em frente à porta fica uma mais pequena onde coloquei o computador e as impressoras. Isso permitiu-me ter uma mesa comprida livre para trabalhar nos diversos projectos. Com 1,80m de comprimento, consigo ter dois ou três projectos a decorrer ao mesmo tempo sem precisar de estar sempre a arrumar as coisas. Isso dá particular jeito quando são projectos com tintas que necessitam de tempo para secar. Assim posso continuar a trabalhar noutra coisa enquanto aquilo seca.

atelier8

Como as mesas são fundas, e apesar de não querer encher o tampo de tralha, coloquei a sizzix, a máquina de costura e o ferro de engomar na mesa para estarem sempre à mão. Isto para evitar aqueles momentos em que a preguiça é tanta que prefiro arranjar outra solução do que estar a perder montes de tempo a montar coisas.

atelier7

Ao fundo da sala tenho uma mesa mais pequena onde coloquei o laminador e serve de apoio à minha cómoda transformada em bancada de joalheiro. Ainda preciso de cortar a chapa de aço à medida para forrar a mesa mas de resto já está tudo funcional.

atelier11

Por trás dessa zona ficam as caixinhas com as pedras e contas. Basta virar-me e está lá tudo.

atelier12

Fiquei assim com 4 ou áreas de seguida ao longo da sala: computador, trabalho em papel, costura e joalharia. Por trás de cada zona da mesa estão as caixas com os materiais correspondentes.

Já fiz alguns projectos depois de ter o atelier montado e devo dizer que estou muito feliz com o resultado. É fantástico ter lugar para tudo e conseguir arrumar tudo de volta no sítio quando acabo sem grande sofrimento. Na maior parte dos casos nem tenho de me levantar da cadeira.

Ando aos poucos a tentar estender a arrumação lógica ao resto da casa e já fiz algumas pequenas melhorias, como criar uma gaveta para o papel de desenho e livros de actividades dos miúdos, colocar cabides para os panos de cozinha que andavam sempre pendurados nos puxadores das gavetas, etc mas é algo que leva tempo.

No atelier ainda falta construir uma plataforma para elevar as impressoras de forma a poder arrumar o portátil por baixo, de forma a criar mais uma área de trabalho livre para o Tiago poder fazer os TPCs quando eu estou a trabalhar em algo. E falta pendurar coisas na parede – um quadro de cortiça e algumas molduras. Enfim, pequenos detalhes finais. Mas entretanto já se pode trabalhar aqui dentro, e isso é que importa.[:en]Living on the top floor has some disadvantages. One of them is the danger of water damage. Some time ago we began noticing some water stains in a corner of my home studio. The stains spread and soon enough the whole wall was completely soaked. We got some work done on the roof and the problem seemed to be resolved. Unfortunately, the inside damage remained. The plaster had rotted and had to be replaced.

atelier1
Above, the initial damage. Below, all the plaster that had to be removed.

So, last December, we got some workers to come replace the plaster and paint the room. I tried doing it myself at first, but I soon realised the job required a professional.

atelier3
I had to move all the furniture out of the room and pack up everything else. The house was in complete chaos, with desks, bookshelves and boxes everywhere. I had to set up my work desk in a tiny section of the living room so I could get any work done, since I had orders for Christmas.

Since I had to put everything back, I figured it was time to do it right. I decided to make it, not just tidier, but prettier as well. I made a Pinterest board with a ton of ideas and started to plan.

atelier2
Above, the new plaster. Below, the painted room.

I painted the inside of the bookshelves with a light turquoise paint. At first I tried using vinyl instead of paint but I didn’t like the result so I went with water based enamel paint.

I painted the back of the booksehlf in the selected colour.

My favorite thing in all the studios I had pinned was the pegboard. I bought two of them at first but ended up with three. It takes up most of the wall over the desks. Having my tools and materials right there in front of me makes the creative process much more efficient and cleanup much faster. I painted the metal pegboards the same colour as the shelves.

Above the pegboards there’s a long shelf that is perfect for displaying my jewellery.

atelier6

I thought about what I wanted to store in each box and where it would be more practical to store each one. What I use more frequently is right behind my chair and the boxes that serve as storage for less used materials are stored on the top shelves, where I have to get up to reach them. The bottom shelves were reserved for books and other reference materials.

Some of the boxes are used so often that I hardly ever replace their lids, so I chose to leave them open permanently.

Some colouful materials, like markers, buttons or washi tape I put on display, where I can see them. I like being surrounded by colour.

I liked spray painting so much that even the anvil got a makeover.
I liked spray painting so much that even the anvil got a makeover.

I picked out the size of the boxes according to what I needed to keep inside. The camera equipment box is large, the boxes for the stamp ink pads are low and stackable. Adjusting the box size to the content is very important for efficient storage so you don’t waste necessary space. I also labeled all the boxes so I know what is in each one.

Inside two small drawer blocks I keep glue, ecoline, gouache, rulers, etc. In the top drawer of a drawer module on wheels that I keep under my desk I have office equipment. I cut cereal boxes to make containers for the smaller elements like post-its, staples, and so on, instead of tossing it all in the drawer at random.

atelier9

In the middle drawer I keep paperwork – bills, letters. On the bottom drawer I have A3 paper and projects of previous work and what I’m working on at the moment.

A4 cardstock is kept in magazine holders, organised by colour. Larger sheets of paper are currently stored on the top shelf of the bookshelf where I have my polymer clay oven, ultrasound machine and tumbler. Smaller bits of paper go in a box next to the embossing folders. They’re usually for cardmaking.

atelier10

Painting the boxes took the longest. I didn’t think the black boxes I had fit the white and turquoise color scheme at all so I had to do something about it. Unfortunately it was rain season, so painting outside was not an option and I had to paint two or three at a time on top of my table. It took ages!

I painted the plastic and metal boxes with acrylic spray paint and the cardboard boxes with a roller. I think it was worth the effort. My cat Chewie was always there to help out.
I painted the plastic and metal boxes with acrylic spray paint and the cardboard boxes with a roller. I think it was worth the effort. My cat Chewie was always there to help out.

The desks were the same from before. New desks weren’t on the budget for now. They’re old office desks that were left over from our defunct company and I’ve been using them ever since. I placed the computer and printers on the smaller desk, right in front of the door. That allows me to have a long table in the middle of the room to work on my projects. I can have several things going at once without the need to put everything away in order to switch to something else. It’s particularly handy when I need to let paint dry and can do something else while I wait.

atelier8

The desks are pretty deep so I placed my sizzix, iron and sewing machine at the back, against the wall, and still have plenty of table surface to work on.

atelier7

Close to the window I have a smaller desk with a rolling mill followed by an improvised jeweller’s bench. It was a chest of drawers that had the right height. I removed the top drawer to attach the bench pin and use the second drawer to keep my tools as I work and gather metal when filing and sawing. I still need to cut a steel sheet to cover the wood but the rest works pretty well.

atelier11

Behind the chair in this area is where I keep my gemstones in little drawers.

atelier12

In this way I have four separate craft areas along the room: computer/office, scrapbooking/cardmaking, sewing and jewellery making. Behind each area I store the corresponding materials.

I’ve made a few projects since organising the space in this way and I have to say that I’m very pleased with the result. It’s great to have a place for everything and being able to put everything back in a tidy box when I’m done. Most of the time I don’t even have to get out of my chair.

I’ve been slowly trying to extend this organisation kick to the rest of the apartment and I’ve already done some small changes, like creating a drawer for craft materials for the kids and another for their activity books. I also put up hooks for the kitchen towels that were always hanging from cabinet door knobs. It takes time but little by little we move forward.

I still want to build a platform to lift the printers so I can store the laptop underneath, thus clearing extra table surface where the kids can do their homework while I’m working. And there are a few things to hang on the wall, like the cork board and a few frames. But these are just details and in the meantime I can get to work again. That’s all that matters.[:]

[:en]You may also like...[:pt]Veja também...[:]

2 Comments

  1. Está fantástico, adoro! Excelente trabalho na remodelação, adoro a escolha da cor e nota-se bem a patinha do teu ajudante Chewie em todo o atelier, que bom ajudante que tiveste! 🙂

    1. Obrigada. Isto nos posts nunca mostra a trabalheira que as coisas realmente dão 🙂
      Foram meses nisto e ainda há coisinhas por acabar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.