Como fazer um lingote de metal precioso

A base de qualquer projecto de joalharia é o metal precioso que se vai utilizar. Seja para fazer chapa ou fio, o primeiro passo é misturar os metais nas proporções correctas para criar a liga pretendida e fundir para fazer um lingote.

A liga de prata mais comum é a chamada “prata de lei” que tem 925 milésimas de prata fina para 75 milésimas de cobre.

Em Portugal, a liga de ouro mais comum é de 19,2 quilates, com 800 milésimas de ouro fino para 200 milésimas de liga, composta por prata e cobre. A variação da quantidade de cada metal na liga vai influenciar o tom final do ouro. Para mais informações sobre os metais, consulte este artigo.

O metal deve depois ser derretido num cadinho e quando atinge o ponto de fusão é entornado para um molde onde se forma o lingote.

A forma mais rápida de derreter o metal é com um maçarico de gás e oxigénio mas também se consegue com um simples maçarico de gás butano ou propano desde que o cadinho seja pequeno e se derretam pequenas quantidades de cada vez.

Fiz um video que mostra os passos deste processo utilizando um maçarico orca só com gás butano ou propano – qualquer um funciona. Actualmente eu uso butano mas para quem vive num clima frio propano é melhor.

O bico que fica no topo do lingote mostra que o metal arrefeceu um pouco mais depressa do que seria ideal, o que não acontece com uma chama mais quente, mas também é fácil de serrar fora essa parte e usar o lingote normalmente.

A partir daqui o metal pode ser trabalhado, ou no laminador ou martelado, até se obter a forma desejada.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.