O tecto está a cair!

Ontem à noite estava aqui sentada ao computador a actualizar a minha wishlist ao som da bruta chuvada que começou ao fim do dia quando comecei a ouvir pingar. Fui espreitar e vi rapidamente que estava água a cair pelo buraco do tecto de onde saem os fios eléctricos para o candeeiro. Fui buscar um balde e foi mesmo a tempo porque o que começou com uns pingos rapidamente se transformou numa corrente incessante. Avisei o Pedro e lá andámos os dois a tentar perceber o que se teria passado. A conclusão mais obvia, mas também aquela que gostariamos de evitar, é que o algeroz deve ter entupido durante o verão e rebentou. Foi o resultado da luta do ano passado com o condomínio. Nós queriamos por um algeroz exterior pela fachada em vez de o ter a correr ao longo de toda a placa de uma ponta à outra do prédio para escoar toda a água nas traseiras mas o condomínio não concordou. Agora apetece-me dar-lhes a conta da reparação.

Ainda é possível que tenha sido só uma telha partida, mas espreitando pela janela do sotão não se vê nada fora de sítio e a quantidade de água foi tão grande que me parece pouco provavel. Em meia hora enchemos um balde da água que pingava da zona do candeeiro e no tecto ao lado formou-se uma bolha tão grande por cima do estuque que aquilo partiu tudo. Foi preciso evacuar a minha casa de bonecas para não levar um duch, arrastar móveis e encher o chão de baldes e alguidares.

Entretanto já passava da meia noite e nós com receio de ir dormir não fosse darmos com a casa toda inundada de manhã. Felizmente a chuva parece ter abrandado ou a água acumulada na placa já tinha infiltrado toda e a coisa acalmou.

Já liguei ao empreiteiro a pedir para vir cá ver como se pode resolver isto mas não estou muito optimista. Ou se insiste no algeroz externo ou temos que fazer a água escoar para o terraço, o que pode causar infiltração pelas portas se o nível da água subir muito.

Pelo menos já tinhamos coisas a resolver porque os buracos da instalação do ar condicionado ainda não estão pintados, e já agora vem cá um profissional arranjar o canto da parede que o Tiago e o amigo destruiram. Mais vale habituar-me já ao facto de que estar em obras é o estado natural desta casa. De facto o espaço é optimo e tem imensas vantagens – no verão – mas também pagamos bem por isso, raios!

Ao fim da manhã o Sr. Augusto veio cá ver o que se passava e encontrou 3 pombos mortos no telhado, a impedir as saídas dos algerozes, um deles mesmo enfiado dentro do tubo. Não sei se será só isso mas é uma razão bastante forte para o que sucedeu. Resta saber se o tubo terá mesmo uma ruptura devido à pressão. Vamos ter de combinar uma limpeza anual antes de começar a chuva, apesar de achar que o condomínio é que devia fazer isso, mas se estou à espera deles…

Deixe uma resposta