a saga das estantes

Tal como previsto, a entrega chegou atrasada. Ligaram-me às cinco da tarde a dizer que não conseguiam chegar até às 6, hora em que era suposto terminar a espera. Mas mais do que tipos que chegam atrasados irritam-me os que adiam para o dia seguinte ou pior, por isso não me importei nada quando apareceram pouco depois das sete. Tiveram que sofrer um bocado porque as embalagens do roupeiro não cabiam no elevador mas chegou tudo aparentemente inteiro.

O Pedro chegou já depois das nove e trazia finalmente o resto do equipamento de som – a coluna central e os suportes para as laterais – de que estava à espera há meses. Deixei-o montar as colunas e comecei a tratar da primeira estante. Ele ajudou-me com a última parte e colocação no sítio e ontem estive a transplantar livros de uma estante para outra. A antiga passou a separador da sala até ver.

Ao fim do dia tive trabalho, com actualização a um site para colocar online e uns bugs para resolver, mas depois comecei a montar a segunda estante. O Pedro chegou mesmo a tempo para ajudar a terminar e depois estivemos a montar as portas. Foi preciso prender a estante à parede porque tinha tendência a cair quando se abrem as portas, que são mais pesadas que a estrutura. Nada como fazer uns buracos na parede às dez da noite como vingança pelas obras constantes dos vizinhos.

Hoje acabei de arrumar a segunda estante e agora só falta uma para estar tudo acabado. O roupeiro é só depois das obras (se alguma vez vierem a acontecer).

Apesar de todo este esforço tenho-me sentido menos cansada. O pior continua a ser o estômago e já tive me de armar com mais anti-ácido. De resto, e apesar de me sentir como uma baleia encalhada e ter algum dificuldade em calçar meias e actiividades do estilo, passo os dias realtivamente bem. Tenho algumas dores de costas quando estou ao computador, mas isso é normal. O que não me parece  normal é o sítio onde me doem as costas – em vez de ser nos ombros ou zona lombar, é numa zona intermédia, imediatamente abaixo das omoplatas. Weird.

Deixar uma resposta