A primeira noite

Depois de ir toda a gente embora tivemos ainda alguns detalhes para resolver. Era preciso encontrar lençois para fazer as camas, o Pedro só conseguiu apanhar 3 dos 6 gatos e o mais grave, o Tiago dizia constantemente que queria ir para casa. O Pedro fez os possíveis por ligar a TV para ele poder ver o Wall-E e começar a ter algum sentimento de normalidade mas fez várias viagens entre as duas casas e faltava sempre qualquer coisa.

O Tiago entrou num dos seus modos de teimosia e acabou por ir para a cama sem lavar dentes nem vestir a camisola do pijama. Felizmente estava tão cansado que adormeceu e dormiu a noite toda.

Quando finalmente consegui ir para a cama já não percebia bem como me aguentava de pé e também dormi que nem uma pedra. Quando foi preciso acordar para alimentar a Joana sentia-me pesada e demorou algum tempo até perceber o que se estava a passar.

A primeira impressão que tive do nosso novo quarto foi que me senti como se estivesse num hotel. Apesar da mobilia ser a nossa, estava tudo com um ar muito impessoal e suponho que ter a minha roupa numa mala de viagem também contribuiu um bocado.

A arrumação e a sensação de ninho vitá com o tempo.

1 Comment

  1. Parabéns pela mudança! Desejo-vos imensas felicidades na casa nova!bj

Deixe uma resposta