Novo look

Tenho andado aos poucos a pensar no redesign dos meus sites e numa forma lógica de integrar tudo para facilitar a navegação entre o blog, a loja, um eventual portfolio e um sítio onde pretendo colocar a minha música quando tiver tempo para por aquilo a um nível aceitável.

Comecei pelo logotipo, como é natural. Quando comecei a pensar nisso fiquei pasmada pelo facto de nunca ter criado um logotipo para mim própria. Uma pessoa passa anos a fazer trabalhos para clientes e nunca investe em si. Andei então às voltas com possibilidades de nomes, abreviaturas, iniciais, etc, e depois passei para esboços gráficos.

Depois de muitos rabiscos, cheguei a um símbolo que gostei, representando as minhas iniciais – é basicamente um ‘dee’ com um ‘C’ à volta do ‘d’. Esse símbolo funciona sozinho ou como primeira letra de qualquer palavra que comece por ‘D’. ‘dee’ tem sido o meu nome online pelo que faz sentido continuar a usá-lo como ‘marca’.

O Pedro gostou do logo e acrescentou-lhe uns brilhos e fez uns estudos de cor e a partir daí foi questão de tirar umas fotos para os fundos do blog e da loja e começar a usar a imagem em etiquetas de produtos, de morada, etc.

A foto para a loja foi fácil: bastaram umas pedras coloridas que ficam sempre com um aspecto fantástico. Usei tons de azul que combinam bem com o roxo do logo.

Para o blog tive de pensar mais no assunto. Tentei uma série de fotos mais genéricas mas não gostei do resultado. Achei então que, sendo o blog um registo do meu dia a dia, a foto do cabeçalho deveria representar isso mesmo. Andei então a recolher alguns dos objectos com que lido diariamente e que representam as diversas tarefas que faço rotineiramente – telemóvel, a que todos vivemos agarrados hoje em dia, ipod, porque a música é essencial, diversos materiais ligados ao trabalho como canetas, que uso para fazer esboços de peças, clips, que mantém os documentos contabilistícos organizados, alicate, que forma as argolas da bijutaria, arame, que é base de todas as peças que faço, pioneses que uso para pendurar documentos e peças acabadas à espera de serem fotografadas, um brinco acabado, com imensas contas coloridas e colher de bebé para representar o tempo com as crianças e o baton porque sou gaja. Como é obvio, os objectos foram pensados não só pela sua função mas também pelas cores mas foi um processo muito mais simples do que possa parecer porque sim, eu tenho mesmo um ipod e um telefone cor-de-rosa 🙂

Ainda terei de fazer uma secção de música mas vou ter de organizar uma coisa de cada vez. Por enquanto vou-me concentrar na bijutaria, tanto a fazer peças novas como a renovar a loja porque estou farta do Zen Cart que é uma dor de cabeça para mudar o layout ou fazer actualizações porque tem os templates espalhados por milhares de directorias diferentes. Estou a pensar experimentar a loja do Word Press que espero que seja mais simples.

Preciso de ter em consideração a questão das linguagens: preciso de ter tudo em Português e Inglês porque tenho suficentes clientes internacionais para não poder ignorar essa vertente e tenho de ver se consigo um backend que me permita colocar logo os textos nas duas linguas mas gerar páginas distintas para cada.

Vou agora aos poucos alterar o layout do Blog até estar satisfeita e depois ir avançando com o resto. o mais complicado será importar a base de dados do Zen cart para o WP. Vamos ver se dá.

1 Comment

  1. A menos que seja uma coisa simples e com poucos produtos não vas para WP…
    Uma loja dedicada como por exemplo PrestaShop é o melhor e é simples…

Deixar uma resposta