Odeio vizinhos

Quando nos mudámos, há uns 3 anos, tinhamos como vizinhos um dos tipos dos Da Weazel e respectiva namorada que passava os dias em casa a ouvir música o mais alto que conseguia. Pouco tempo depois mudaram-se e a casa ficou vazia desde então.

O ano passado, como o dono da casa não pagava o empréstimo, o banco apropriou-se da mesma e fez obras para a vender. Foram meses de barulho para um resultado nojento, com uns azulejos horríveis até meio das paredes do hall (aquilo que se vê da escada).

Entretanto a casa foi finalmente comprada há um mês ou dois por um casal de meia idade que aparentemente não perdeu tempo em destruir as obras anteriores e começar de novo, o que quer dizer que pouco depois das nova da manhã começa o ruído ensurdecedor dos berbequins ou martelos pneumáticos ou seja lá o que for que eles usam para partir azulejos e levar à loucura os vizinhos.

E sim, a segunda parte é propositada – desta vez tenho a certeza – porque esta barulheira infernal é feita alegremente com a porta aberta para poder rossoar devidamente na escada e incomodar ao máximo.

Estou aqui sentada a sentir o chão a tremer e receio que daqui a umas horas tenha subitamente um ataque de loucura com um impulso irresistivel de me dirigir à casa do lado e matar toda a gente com uma faca afiada. Pode ser que um homício garanta que a casa nunca mais é ocupada.

Odeio vizinhos.

3 Replies to “Odeio vizinhos”

  1. Adorei a mudança. Tenho ainda a dizer que a tua loja online é muito boa. Vou, com toda a certeza comprar alguns bonequinhos

  2. Obrigada.
    Já deu para perceber que a mudança implica acima de tudo que vou escrever muito mais. Especialmente quando estou irritada com qualquer coisa, o que acontece diversas vezes por dia. Oh well.

  3. Não só isso, como agora tens RSS!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.