Mais uma etapa

Depois de muito treino o Tiago já se consegue apoiar nas mãos e joelhos.

tiago_joelhos.jpg

Agora só falta perceber que se mexer um joelho de cada vez consegue mudar de sítio e acabou-se o descanso 🙂

Os dentes de cima estão quase a romper e tem andado muito irritado por causa disso. Fica mais calmo quando lhe esfrego a gengiva mas depois volta ao mesmo.

Tento distraí-lo deixando-o rastejar pelo chão e soltando os gatos que já têm medo dele, coitados, porque assim que os apanha a jeito puxa-lhes a cauda e as orelhas. Quando conseguir andar atrás deles nem imagino o que lhes vai fazer. No outro dia acho que conseguiu enfiar a ponta da causa da Scully na boca antes de o conseguir impedir e ele estava simplesmente sentado ao meu lado. Mas pronto. Os gatos estão vacinados e desparasitados e passo o tempo a limpar-lhe as mãozinhas para não meter demasiada porcaria na boca e o resto é bom  para criar defesas. Não se pode proteger demasiado senão fica uma flor de estufa que adoece à mais pequena corrente de ar. Como não deu sinais de doença ou alergia até agora não lhe deve estar a fazer mal.

Voltou a não querer comer a sopa hoje mas já percebi que é mesmo porque não gosta de sopa. Nas ultimas semanas andou a comer lindamente a sopinha com frango que o Pedro fez. Hoje voltei a dar-lhe uma só com vegetais e foi choradeira a partir da segunda colher. Mas pronto. Como ele já mastiga e tudo vou começar a meter outras coisas na sopa, como massa, a ver se lhe custa menos comer aquilo. Hoje comeu uns 4 ou 5 bocados da massa do meu almoço sem problema nenhum e já andava a treinar com as bolachinhas da Milupa há algum tempo e já não se engasga com nada. Faz montes de porcaria mas come lindamente.

E eu que estava à espera que a adaptação a coisas mais sólidas fosse uma grande dor de cabeça, especialmente depois de ter andado a ler uns artigos que praticamente acusavam de maus tratos as mães que dão purés aos bebés porque atrasa o desenvolvimento da mastigação, etc, e afinal é tudo treta. Desde que se vá introduzindo outras coisas aos bocadinhos eles aparentemente habituam-se depressa.

O maior problema ultimamente é convencê-lo a dormir. Chega a fazer só uma sesta por dia apesar de passar o tempo rabujento de sono. Mas como não consigo deixá-lo a chorar, que é a única forma de ele eventualmente adormecer, vou buscá-lo à cama fico a brincar com ele até estar tão cansado que não tem hipotese. Porque é que ele não quer dormir? Nunca mais começa a falar para me explicar estas coisas 🙂

3 Comment

  1. Tens um “borracho” de rapaz!!

    Muito giro!!!!

  2. Mas que belo rapagão, fica muito bem de cor-de-laranja.

Deixe uma resposta